Never Can Say Goodbye MJ
Olá querido(a) Fã...
Nosso fórum vai passar por mudanças. Pretendo fazê-lor o mais rápido possível para evitar o menor desconforto.Espero que continue conosco e faça o seu cadastro. Ótimas Novidades vem por ai! Não percam!

God bless you.... Beijacksons <3
Administradora

*+ O Amor não tem fronteiras,
E a saudade nunca será um adeus +*


<3 O Amor vive para sempre <3
 
InícioInício  PortalPortal  CalendárioCalendário  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe | 
 

 Prova de Fogo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2  Seguinte
AutorMensagem
Nai Jackson
Admin
avatar

Mensagens : 929
Scores : 1011
Data de inscrição : 01/06/2012
Idade : 21
Localização : Michael Jackson's World

MensagemAssunto: Prova de Fogo   Sex Jun 29, 2012 9:42 am

Bem gente, essa foi a primeira fic que escrevi e tenho um carinho muito grande por ela... I love you I love you I love you
Eu trouxe ela pra cá e vou dividi-la agora com vocês. Espero que gostem pois foi escrita com muito amor 2541 2541 2541

Xero.


Fanfic: Prova de Fogo



Sinopse:

O amor é um sentimento sorrateiro, que chega sem avisar e logo se instala no lado esquerdo do peito. Está na maioria das vezes de mãos dadas com a loucura e raramente acompanhado pela razão. Há quem diga que ele é cego. Outros arriscam o palpite de que é surdo e mudo também. O mais belo dos sentimentos, capaz de mudar vidas, entrelaçar destinos, arrematar corações.
Mas o que fazer quando ele coloca em risco uma grande amizade? Desistir de vivê-lo ou entregar-se a ele no intuito de ser feliz? Esse é o dilema que vive Michael Jackson ao se ver perdidamente apaixonado pela mulher de um amigo.


Estréia 30/06/2012
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
nany jackson

avatar

Mensagens : 484
Scores : 654
Data de inscrição : 04/06/2012
Idade : 30
Localização : São Paulo

MensagemAssunto: Re: Prova de Fogo   Sex Jun 29, 2012 10:31 am

Ebaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa Nai nem preciso dizer que vou esta aqui grudadinha em vc né kkkkkkkkkkkkkkk poxa vida que lindo pode conta comigo mana sempre e sempre....

_________________
Te amo enternamente Michael Jackson


Gente vamos visita o forum da nossa amiga Mila tb ele é lindo viu!
http://carousel.ativoforum.com/


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Nai Jackson
Admin
avatar

Mensagens : 929
Scores : 1011
Data de inscrição : 01/06/2012
Idade : 21
Localização : Michael Jackson's World

MensagemAssunto: Re: Prova de Fogo   Sex Jun 29, 2012 1:01 pm

nany jackson escreveu:
Ebaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa Nai nem preciso dizer que vou esta aqui grudadinha em vc né kkkkkkkkkkkkkkk poxa vida que lindo pode conta comigo mana sempre e sempre....
Aiiinnnn Nany, tô assim de felicidade agora ó: hehe lokaaa uhuuuu heart1
Vai ser muito bom ter você por aqui amore heart1 heart1 heart1
Love you... Bjo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
nany jackson

avatar

Mensagens : 484
Scores : 654
Data de inscrição : 04/06/2012
Idade : 30
Localização : São Paulo

MensagemAssunto: Re: Prova de Fogo   Sex Jun 29, 2012 7:58 pm

Opa pode conta comigo sim gatinha vou esta aqui viu......

_________________
Te amo enternamente Michael Jackson


Gente vamos visita o forum da nossa amiga Mila tb ele é lindo viu!
http://carousel.ativoforum.com/


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Nai Jackson
Admin
avatar

Mensagens : 929
Scores : 1011
Data de inscrição : 01/06/2012
Idade : 21
Localização : Michael Jackson's World

MensagemAssunto: Re: Prova de Fogo   Sab Jun 30, 2012 6:02 pm

Como prometido, aqui está o primeiro capítulo 2541
O primeiro e o segundo na verdade rsrs. Vou postar de dois em dois.
Esperam que curtam uhuuuu


Capítulo 1


Julho de 1991 -

Michael estava sentado na biblioteca quando Christine, sua governanta, bateu à porta.
- Sr. Jackson, o Sr. John Stewart está ao telefone, disse que precisa falar-lhe.
- Christine quantas vezes já lhe falei que não há necessidade de tanta formalidade? É senhor Jackson pra lá, senhor Jackson pra cá... você já trabalha aqui em casa há tantos anos, não precisa me tratar como um desconhecido.
- Perdão Sr. Jackson, mas me sinto melhor assim. Sou sua empregada e sei o meu lugar. Com licença.
Essa ai não tem jeito, pensou Michael consigo mesmo e foi em direção ao telefone.
- John meu amigo há quanto tempo não nos falamos! Em que posso ajudá-lo? - disse Michael, em um tom animado.
- Pois é Michael, o meu tempo anda muito corrido por isso não tenho aparecido. Somos dois homens muito ocupados, eu com os negócios e você com os shows. Falando nisso, fiquei sabendo que já está de malas prontas para viajar em turnê. Desse jeito fica difícil de te ver meu amigo! – respondeu alguém do outro lado da linha.
- De malas prontas? - espantou-se Michael - Isso é um exagero! A Dangerous Tour só começa daqui há 11 meses, não terá como usá-la de desculpa para o seu sumiço.
- E nem teria essa intenção - concordou John, sorrindo. - Eu e a Megan estamos indo passar uns dias aí em L.A. Eu tenho que tratar de alguns papéis e ela pediu para me acompanhar, é impressionante como depois de 5 anos de casamento ela ainda é apegada a mim.
- Você é um homem de sorte John! – concordou Michael de imediato. - Vocês dois vão ficar no apartamento que comprastes daquela vez?
- Parece que você está mesmo por fora das coisas. Eu vendi aquele apartamento no ano passado, quando estava com dificuldades financeiras, mas não precisa se preocupar, a má fase já passou. Vamos nos hospedar em um hotel.
- Não, eu não posso permitir que vocês hospedem-se em um hotel. Faço questão que fiquem aqui em Neverland, Santa Bárbara é muito próximo de L.A. Aqui no rancho vocês terão todo o conforto e aproveitaremos para colocar os assuntos em dia.
- Tem certeza de que não atrapalharemos? – perguntou John, apreensivo.
- Atrapalhar? De modo algum! – respondeu-lhe, educadamente.
- Vou falar da sua proposta para a Megan.
- Sendo assim me ligue depois para dar a resposta - propôs Michael.
- Ligarei amanhã mesmo. Boa noite.
- Boa noite – disse Michael, desligando o telefone.
- O John e a Megan em L.A?! Ta aí uma coisa que eu não esperava – pensou Michael em voz alta.
John e Michael conheceram-se na produção do disco Thriller, e tornaram-se grandes amigos desde então. Algum tempo depois John mudou-se para Washington D.C. Como as duas cidades ficavam muito distantes e os dois eram donos de agendas superlotadas se viam apenas uma vez por outra e raramente conversavam com calma, sem pressa. A estada do amigo em Neverland seria uma grande oportunidade para colocarem os assuntos em dia. Seria uma ótima oportunidade também para Michael conhecer Megan melhor, afinal de contas ele não se lembrava muito dela – tinha a visto apenas 3 vezes, e em nenhuma das vezes trocaram mais do que poucas palavras – lembrava-se apenas que ela era muito simpática e dona de uma beleza fora do comum.
- Espero que eles gostem da minha companhia - brincou Michael consigo mesmo e subiu para o quarto.

Capítulo 2



No dia seguinte Michael acordou com Christine batendo novamente à porta.
- Entre – ele disse, educadamente.
- Sr. Michael me perdoe por acordá-lo, mas o senhor John está desde bem cedo ligando pra cá. Na trigésima vez perguntei se ele queria que eu o chamasse. Parece que é urgente. Será que aconteceu algo?
- Não se preocupe, tenho certeza de que nada aconteceu; é só a mania de apressado que ele tem. Diga-lhe que daqui há 20 minutos eu retorno a ligação.
- Falarei – disse ela, obedecendo à ordem.


Meia hora depois, Michael ligou para John.
- Alô, John?
- Ah Michael, pensei que não ia conseguir falar com você - reclamou o amigo.
- Christine me falou que já havia ligado uma centena de vezes. Tem certeza de que nasceu de nove meses?
- Engraçadinho!!!
- E então falou com a Megan? – perguntou-lhe, curioso.
- Falei. E ela concordou. Chegaremos a L.A em 12 dias.
- Deixarei um dos meus motoristas à espera de vocês no aeroporto, ok?
- Está bem. Obrigado pela hospitalidade.
- Você já é de casa John, não precisa se preocupar.
- Não tenho certeza ainda, mas acho que devemos ficar aí uns 2 meses.
- Podem ficar o tempo que quiserem.
- Obrigado mais uma vez. A Megan lhe mandou beijos.
- Diga-lhe que agradeço a atenção, e que farei de tudo para que se sintam em casa.
- Falarei. Até breve.
- Até.
Michael desligou o telefone e revirou-se na cadeira.
- Megan, Megan... Meu Deus o que estou dizendo?! – disse ele ao perceber que estava mais empolgado do que deveria. – Por que este nome não me saí da cabeça?! – perguntava-se, confuso.
Pouco tempo depois ele encontraria a resposta.


>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
nany jackson

avatar

Mensagens : 484
Scores : 654
Data de inscrição : 04/06/2012
Idade : 30
Localização : São Paulo

MensagemAssunto: Re: Prova de Fogo   Ter Jul 03, 2012 2:26 pm

Eita mundo cont amiga por favor

_________________
Te amo enternamente Michael Jackson


Gente vamos visita o forum da nossa amiga Mila tb ele é lindo viu!
http://carousel.ativoforum.com/


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
CeBad

avatar

Mensagens : 332
Scores : 344
Data de inscrição : 07/06/2012
Idade : 27
Localização : Osasco

MensagemAssunto: Re: Prova de Fogo   Ter Jul 03, 2012 2:28 pm

eita...................
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
nany jackson

avatar

Mensagens : 484
Scores : 654
Data de inscrição : 04/06/2012
Idade : 30
Localização : São Paulo

MensagemAssunto: Re: Prova de Fogo   Ter Jul 03, 2012 5:08 pm

Ai Deus posta mais amiga por favor

_________________
Te amo enternamente Michael Jackson


Gente vamos visita o forum da nossa amiga Mila tb ele é lindo viu!
http://carousel.ativoforum.com/


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Paulinha Jackson

avatar

Mensagens : 77
Scores : 79
Data de inscrição : 13/06/2012
Idade : 23
Localização : Pernambuco

MensagemAssunto: Re: Prova de Fogo   Ter Jul 03, 2012 11:01 pm

Ahhhhhhh louca pra ler mais Nai . Continua Flor !
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Cleide Jackson

avatar

Mensagens : 3
Scores : 5
Data de inscrição : 28/06/2012
Idade : 51

MensagemAssunto: Re: Prova de Fogo   Qua Jul 04, 2012 1:11 pm

[b][i]Já li,mas lerei de novo! Posta mais,please!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Nai Jackson
Admin
avatar

Mensagens : 929
Scores : 1011
Data de inscrição : 01/06/2012
Idade : 21
Localização : Michael Jackson's World

MensagemAssunto: Re: Prova de Fogo   Qui Jul 05, 2012 8:42 am

Ceh, Paulinha e Cleide, sejam bem vindas flores!!! Fico tão contente em ter vocês por aqui!!! Beijo pra ti, Nany, já vou continuar amiga rsrsrs
Xero. core1 core1 core1 core1


[...] Michael desligou o telefone e revirou-se na cadeira.
- Megan, Megan... Meu Deus o que estou dizendo?! – disse ele ao perceber que estava mais empolgado do que deveria. – Por que este nome não me saí da cabeça?! – perguntava-se, confuso.
Pouco tempo depois ele encontraria a resposta.


Capítulo 3


Assim como haviam combinado, John e Megan chegaram a L.A em 15 dias. No aeroporto havia um motorista a espera dos dois. O casal percorreu o caminho até Neverland sem trocar uma única palavra. Estavam brigados – na verdade viviam brigados.
Quando se casou com John, Megan tinha apenas vinte anos de idade e muitos sonhos na cabeça. Acreditava que o seu casamento seria um conto de fadas, e que, John - 9 anos mais velho – iria honrar as palavras que havia dito diante do padre no dia do casamento dos dois. Mas não foi bem isso que aconteceu. Dois meses após a união Megan descobriu que o marido mantinha uma amante. Decepcionada ela ameaçou ir embora mas ele se disse arrependido e conseguiu impedi-la. Não demorou muito tempo para que voltasse a ouvir boatos com o nome de John – no começo se importava, mas depois deixou de dar crédito às traições e continuou levando o casamento aos trancos e barrancos. “No fundo ele gosta de mim”. Era isso que ela pensava.
- Chegamos - disse o motorista.
- Megan, trate de colocar um sorriso neste rosto. Não quero que o Michael pense que saímos de um velório – disse John, em um tom sarcástico.
- Não sei por quê viemos para cá. Seu amigo Michael Jackson sabe o que você veio fazer aqui? Ele conhece o homem no qual você se transformou? Que pergunta idiota essa minha! – concluiu Megan diante do silêncio - É claro que ele não sabe. Aposto que ele pensa que você ainda é aquele John de alguns anos atrás.
- Em que homem eu me transformei? O que você quer dizer com isso?!
- Frio, seco, calculista, que só se aproxima das pessoas para tirar proveito delas. Foi nesse homem que você se transformou – disse Megan, sem hesitar. - O Michael é um homem muito bom, não enxerga maldade nas pessoas. Não sei por quê decidiu vir pra cá, mas não deve ser coisa boa. Ou você quer que eu acredite que está aqui à passeio?
- Você não deveria pensar tão mal do seu próprio marido. Está cansada de saber que eu estou na cidade à negócios.
Ela revirou os olhos.
- Negócios. Esse que é o problema...
Eles desceram do carro e foram em direção a casa.


Capítulo 4


Michael, que os esperava na sala, não pôde esconder a surpresa ao ver o casal: Megan estava muito mais bonita do que nas suas recordações.
Ao ver o amigo, John abraçou a mulher.
- Michael! Há quanto tempo amigão! – disse ele, com um enorme sorriso no rosto.
- É verdade – concordou Michael. - Como você está?
- Muito bem, e você?
- Igualmente. E você Megan como vai? – perguntou voltando-se para a esposa do amigo.
- Muito feliz em revê-lo – ela respondeu-lhe.
- A felicidade é toda minha – disse ele, fitando-a nos olhos. - Bem... esse tempo que passarem aqui quero que sintam que a casa lhes pertence. Qualquer coisa que precisarem peçam a Christine e ela providenciará.
- Quem é Christine? – perguntou Megan, confusa.
- É minha governanta. Na verdade mais que isso, – assumiu Michael - é meu braço direito, ela quem cuida de tudo nessa casa. Vocês se darão muito bem.
- Tenho certeza disso – respondeu Megan, com um sorriso.
- Me dêem licença um instante. Preciso atender o celular, pode ser importante. Volto em um minuto. – John disse antes de ir para o recanto da sala.
Megan e Michael não tinham muito o que conversar. Ficaram calados por um momento, até que ela tentou quebrar o silêncio.
- O seu rancho é belíssimo. Estou encantada.
- Neverland é mesmo um lugar encantador – concordou Michael. – Tenho muito orgulho do mundo à parte que construí aqui.
- Mundo à parte? – perguntou Megan, com a intenção de que Michael explicasse melhor.
- Sim. É o único lugar onde posso fazer o que quiser... sem ser julgado por ninguém.
Megan sentiu um tom de tristeza na sua voz. Pôde perceber que além de rico e famoso ele era também um homem muito solitário. Tudo isso enquanto milhares de mulheres dariam a vida para estar ao seu lado – era difícil de entender.
- Se gosta de animais, irá adorar o zoológico – disse Michael, na tentativa de retomar a conversa.
- Um zoológico?! – perguntou ela, surpresa. - Você tem mesmo um zoológico aqui?
- Um zoológico... e um parque de diversões – respondeu-lhe sorrindo. - Nesse ponto as revistas não mentiram.
- Quando li sobre isso... não pensei que fosse verdade. Imaginei que se tratava de mais uma daquelas invenções que adoram publicar ao seu respeito.
- Ainda bem que não acredita em revistas e tablóides – murmurou ele, em um tom aliviado. – Não são fontes muito seguras.
- E não mesmo – ela concordou.
- Eles me pintam... como o mais estranho dos homens. Muitas vezes me divirto com os absurdos que dizem sobre mim.
- Realmente você é muito diferente do que dizem por aí - balbuceou Megan olhando Michael nos olhos. Os olhos negros dele pareciam atravessar a sua alma. Ele era um homem especial, era diferente de todos os outros. - Muito diferente do que dizem por aí – repetiu ela, tentando recuperar a concentração.


Nos dias que se sucederam, Michael quase não via John – o amigo estava sempre ocupado com os tais negócios que fora resolver e passava a maior parte do tempo longe de casa. Ao contrário de Megan, com que Michael passava horas e horas conversando. Em pouco tempo os dois já tinham uma intensa sintonia, e isso começava a preocupar Michael. Ele estava envolvido demais com a mulher de um amigo – e isso não era nada bom.

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Paulinha Jackson

avatar

Mensagens : 77
Scores : 79
Data de inscrição : 13/06/2012
Idade : 23
Localização : Pernambuco

MensagemAssunto: Re: Prova de Fogo   Qui Jul 05, 2012 2:48 pm

o Michael já gamou na Megan , e ela gamou no Michael , também ele é apaixonante mesmo .
E esse John é muito estranho não gostei dele não .

Continua Nai *-*
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
CeBad

avatar

Mensagens : 332
Scores : 344
Data de inscrição : 07/06/2012
Idade : 27
Localização : Osasco

MensagemAssunto: Re: Prova de Fogo   Qui Jul 05, 2012 6:03 pm

para tudo
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Michael Eterno

avatar

Mensagens : 99
Scores : 159
Data de inscrição : 01/06/2012

MensagemAssunto: Re: Prova de Fogo   Qui Jul 05, 2012 7:29 pm

cool Já tô vendo que isso resultará em um longo amor: Michael+Megan=amor duradouro kiss548 Muito bom, Nai. Continua! happy
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
nany jackson

avatar

Mensagens : 484
Scores : 654
Data de inscrição : 04/06/2012
Idade : 30
Localização : São Paulo

MensagemAssunto: Re: Prova de Fogo   Qui Jul 05, 2012 9:20 pm

Eita mundooooooooooooooooooo que isso Mike ja esta de olho na mocinha né kkkkkkkkkkkkkkkk que mara cont amiga

_________________
Te amo enternamente Michael Jackson


Gente vamos visita o forum da nossa amiga Mila tb ele é lindo viu!
http://carousel.ativoforum.com/


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Nai Jackson
Admin
avatar

Mensagens : 929
Scores : 1011
Data de inscrição : 01/06/2012
Idade : 21
Localização : Michael Jackson's World

MensagemAssunto: Re: Prova de Fogo   Sab Jul 07, 2012 8:25 am

Oiii pessoal!!! Mikeeee, bem vindo, amigo!!! Acho que o seu palpite está mesmo certo kkk HIHIHI

E o John ainda vai aprontar muito, amiga Suspect
Vamos ficar de olho nele Suspect

Mais capítulos para vocês rsrs.
Beijosss.


**********************************************

[...] Ao contrário de Megan, com que Michael passava horas e horas conversando. Em pouco tempo os dois já tinham uma intensa sintonia, e isso começava a preocupar Michael. Ele estava envolvido demais com a mulher de um amigo – e isso não era nada bom.


Capítulo 5



- ... Billie Jean is not my lover.. – Michael cantarolava e fazia alguns passos da coreografia no estúdio do próprio rancho - ... she’s just a girl, who claims that I am the one, but the kid... – parou quando percebeu que Megan o observava da porta. – Er... oi Megg, não vi que você estava aí – disse sorrindo.
Megan aproximou-se mais um pouco.
- Eu não sabia que você já estava ensaiando. Onde estão os seus dançarinos? – Olhou para o estúdio vazio. – Já foram embora?
- Não, não vieram. Este não é um ensaio oficial – sorriu. – Gosto de ficar aqui sozinho, às vezes. Me desligo do mundo quando estou dançando.
- Acabei de ver na tv uma reportagem sobre a Dangerous Tour. Os seu fãs estão em polvorosa, animadíssimos. São grandes as expectativas.
- Será uma turnê inesquecível, posso garantir. É o mínimo que posso fazer para retribuir todo o carinho que recebo. Estou contando os dias para o primeiro show, mal vejo a hora de subir no palco.
- Você gosta muito disso, não é?
- Amo. Não consigo imaginar a minha vida sem música.
- Tenho certeza de que será mesmo uma turnê fantástica. Aliás... vindo de você isso não é nenhuma novidade – sorriu. – Bem... – havia uma grande animação em sua voz – não quero que você pare de dançar só porque cheguei. – Foi em direção a uma das poltronas que estavam do lado esquerdo do estúdio e sentou-se. – Serei sua platéia.
- Está bem. O que quer que eu cante? – perguntou ele, decidido a driblar a timidez.
- Deixe-me ver... – pensou por alguns instantes – Human Nature.
Michael acatou o pedido com um sorriso. Alguns segundos depois começou a cantar. Ele encarava Megan firmemente, como se dedicasse a ela cada verso daquela canção. Ela o observava, controlando-se para não fazer uma loucura quando ele passava a mão pelo próprio corpo, objeto de desejo não só dela, mas de muitas mulheres pelo mundo afora. Como ele podia ser tão lindo? – perguntava-se insistentemente. Continuou fitando-o atentamente. Quando a música acabou, ela o pediu para dançar Smooth Criminal e Black or white também. Ele não pôde recusar o pedido.
- E então, estou aprovado? – ele vinha em sua direção, com um enorme sorriso no rosto.
- Umpf... estou impossibilitada de dar declarações nesse momento – sorriu. – Realmente, sua dança nos contagia. Foi incrível!
- Que bom que gostou. – Ele esticou-lhe a mão. – Vamos, agora é a sua vez.
- O quê?!! Você só pode estar ficando louco! Eu não sei dançar – confessou ela, aos risos.
- Eu lhe ensino! – Parecia decidido.
Ela franziu o cenho e deu-lhe a mão.
- Tudo bem, vamos tentar. Mas será um desastre, já vou avisando. Por onde iremos começar? Os seus passos de dança são muito difíceis, nunca conseguirei fazê-los.
- Calma, será algo mais simples. – Ele foi em direção ao aparelho de som, introduziu nele um dos cds que estavam numa prateleira e apertou o play. Uma música em ritmo lento ecoou pelo ar. – O que acha? – perguntou, reaproximando-se de Megan e pegando a sua mão.
- Parece fácil – sussurrou calmamente, tentando disfarçar o que estava realmente sentindo no momento.
Michael puxou-a para si, aproximando-a ainda mais. Começou a deslizar suavemente os pés, guiando-lhe em todos os passos. Megan sentia a mão de Michael segurando firmemente a sua cintura, a boca dele próxima ao seu ouvido sussurrando-lhe todas as instruções. Era mágico.
- Veja Megg, você está dançando. Viu como é simples?
- É que... Ai! – Ela deu um passo errado, torcendo o tornozelo e apoiando-se em Michael. Na tentativa de segurá-la Michael acabou perdendo o equilíbrio, caindo por cima dela.
Seus corpos nunca estiveram tão próximos. Os lábios dele estavam quase sob os seus, as mãos firmes em seu quadril, a respiração ofegante, os olhos cheios de desejo cravados no seu rosto. Percebendo que não resistiriam por muito mais tempo, Megan interrompeu o que estava prestes a acontecer.
- Ai, ai, ai, meu pé! – Essa foi a primeira desculpa que veio à sua cabeça. – Você está em cima do meu pé! – Ela fingia uma cara de dor.
- Megg, me desculpe – Michael ergueu-se rapidamente. - Está doendo?
- Está doendo... muito. A culpa foi toda minha. Definitivamente sou uma péssima dançarina, um caso perdido.
- É apenas falta de prática – ele a ajudou a levantar. – Mais algumas tentativas...
- Nem pense nisso! Não irei me arriscar novamente – brincou. – Vou pedir à Christine uma bolsa de gelo, não quero ficar com o pé inchado. Ainda vai ficar por aqui?
- Só mais um pouco. Precisa de ajuda?
- Não, doutor – sorriu. - Não preciso. Nos vemos na hora do jantar. – Foi em direção a porta. – Obrigada Michael.
Michael balançou a cabeça sem entender.
- Por que está me agradecendo? Por quase ter quebrado o seu pé? – perguntou-lhe sem desfazer o sorriso.
- Você é incrível! É ótimo te ter como... amigo. – E saiu.

Capítulo 6



O sol já estava quase se pondo. Michael e Megan caminhavam pelo jardim de Neverland.



John havia ido à cidade vizinha, a pedido de um cliente, só voltaria no início da noite. Melhor assim – pensava Michael. Na presença do marido Megan não se sentia muito à vontade – isso era notável. Era como se houvesse nele algo que só ela conhecesse. Algo que nem Michael, com seus anos de amizade, era capaz de decifrar. Apesar de curioso, ele não teve coragem de perguntar o que estava acontecendo. Talvez fosse apenas uma pequena crise de casal. Preferiu não pensar nas outras possibilidades.
- Michael, esse lugar é incrível – Megan sentou-se em um dos bancos do jardim. – Não tinha vindo aqui ainda. Mas também, esse rancho é tão grande que demoraria três anos até que eu o conhecesse por completo – ela brincou.
- Mais de três, com certeza – disse Michael entrando na brincadeira.
Ela o encarou.
- Desculpe se estou sendo indiscreta... mas, você não se sente sozinho?
- Como posso me sentir sozinho? Sou amado por milhares de pessoas, dos quatro cantos do mundo. Convivo com o amor e com a presença dos meus fãs; mesmo que seja à distância. Não acha suficiente? - respondeu ele com um sorriso.
- Você entendeu a minha pergunta, não foi isso que eu quis dizer. Me refiro à construção de uma família. Mulher, filhos...
- Megg nós não escolhemos essas coisas. Elas simplesmente acontecem - Ele fez uma pequena pausa. - Não posso mentir pra você, até porque acho que você já percebeu que...
- Percebi que...? - Seu coração começava a acelerar.
- Eu estou completamente apaixonado por você - murmurou ele aproximando-se dela ainda mais. - Sei que o John não merece isso, mas não controlamos os sentimentos. Eu te amo Megg! O que sinto por você é inexplicável, mais forte do que eu, mais forte do que a minha razão. Eu faria qualquer coisa para tê-la ao meu lado.
- Er... mas, eu...
- Diga que também me ama e que também me quer, e enfrentaremos tudo para ficarmos juntos - murmurou ele segurando o seu rosto e aproximando-o do seu.
- Michael isso é loucura! Pare com isso, alguém pode escutar.
- Que escutem! É até melhor que todos fiquem sabendo de uma vez.
- Você é maluco!
- Um maluco completamente apaixonado. Vamos resolver essa situação Megg, conversaremos com o John, ele vai ter que entender.
- Entender?! Você acha que é simples assim? Acha que o John endenderia?
- O John é um homem sensato.
- Você não sabe o que diz. Esqueça essa história, tire isso da cabeça.
- E desistir de você? Não me peça o que eu não posso cumprir. Eu te amo Megg, te amo!!!
- Me ama? Então faça o que eu disse, por favor - O pedido parecia uma súplica. - Esqueça isso, será melhor pra todos nós.
- Não tente fugir Megg. Sei que também me quer, pude ver no seu olhar no dia que estavamos no estúdio, não tente mentir pra mim.
- Eu não te quero! - sussurrou ela lutando contra a própria vontade. - Não sinto nada por você, somos apenas amigos e não estou disposta a mudar essa situação.
- Não acredito em você. Se é verdade que não sente nada por mim porque estremece quando chego perto? Tem medo de não resistir?
- Pare com isso Michael! - Ela evitava o olhar nos olhos. - Vamos encerrar essa conversa por aqui. Está ficando tarde, é melhor voltarmos, o John já deve estar voltando.
- Tudo bem, vamos voltar. Mas essa conversa ainda não acabou - sorriu. - Sei que também me ama e ainda vai acabar assumindo isso pra você mesma. É uma questão de tempo.


>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
CeBad

avatar

Mensagens : 332
Scores : 344
Data de inscrição : 07/06/2012
Idade : 27
Localização : Osasco

MensagemAssunto: Re: Prova de Fogo   Sab Jul 07, 2012 12:32 pm

ui..........
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Cleide Jackson

avatar

Mensagens : 3
Scores : 5
Data de inscrição : 28/06/2012
Idade : 51

MensagemAssunto: Re: Prova de Fogo   Dom Jul 08, 2012 10:15 am

[b][i]Ah...pelo amor dos meus filhinhos...Genteeeeeeee...eu largava o cara na hora,pra ficar com vc meu rei.Continua,please!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Michael Eterno

avatar

Mensagens : 99
Scores : 159
Data de inscrição : 01/06/2012

MensagemAssunto: Re: Prova de Fogo   Dom Jul 08, 2012 5:36 pm

E não é que eu acertei em os dois se apaixonarem? fear Michael se declarando e Megan não querendo se entregar? Sei não, hein? HIHIHI Nai, continua logo. Ansiedade é o que tem dentro de mim para o próximo capítulo! cool
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Paulinha Jackson

avatar

Mensagens : 77
Scores : 79
Data de inscrição : 13/06/2012
Idade : 23
Localização : Pernambuco

MensagemAssunto: Re: Prova de Fogo   Dom Jul 08, 2012 9:42 pm

Ahhhhhhhhhhhh como faz isso Megan ???????
Um homem desses se declarando pra vc e vc negando que também está apaixonada ....
Sei não hein ... O que eu não daria para que isso acontecesse comigo , eu largaria o marido na hora u.u

Continua Flor .
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
nany jackson

avatar

Mensagens : 484
Scores : 654
Data de inscrição : 04/06/2012
Idade : 30
Localização : São Paulo

MensagemAssunto: Re: Prova de Fogo   Seg Jul 09, 2012 11:57 am

Ai Deus que coisa heim amiga kkkkkkkkkkkkkkkkk mas sei que ela não vai demora pra cair nos braços dele eu sei disso ela o amo como a todas nós kkkkkkkkkkkk beijos gatinha e cont ok

_________________
Te amo enternamente Michael Jackson


Gente vamos visita o forum da nossa amiga Mila tb ele é lindo viu!
http://carousel.ativoforum.com/


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Nai Jackson
Admin
avatar

Mensagens : 929
Scores : 1011
Data de inscrição : 01/06/2012
Idade : 21
Localização : Michael Jackson's World

MensagemAssunto: Re: Prova de Fogo   Ter Jul 10, 2012 8:08 am

Eu também não resistiria pessoal kkkkk corefebre
Vamos ver onde isso vai dar.........
Beijos!!!


**********************************************

[...] - Pare com isso Michael! - Ela evitava o olhar nos olhos. - Vamos encerrar essa conversa por aqui. Está ficando tarde, é melhor voltarmos, o John já deve estar voltando.
- Tudo bem, vamos voltar. Mas essa conversa ainda não acabou - sorriu. - Sei que também me ama e ainda vai acabar assumindo isso pra você mesma. É uma questão de tempo.

Capítulo 7

Christine os esperava na porta da casa.
- O Sr. John chegou mais cedo. Parece que não gostou muito da idéia de vocês terem ido passear... e demorado tanto pra voltar.
- O que ele quer?! – perguntou Megan, agressivamente. – Que eu fique trancada aqui dentro, enquanto há tanta coisa pra se fazer lá fora?
- Não precisa ficar assim Megg – disse Michael, percebendo o quanto ela estava alterada. – Não estávamos fazendo nada demais.
- Até que enfim vocês chegaram! – murmurou alguém, em um tom pouco amigável.
Christine retirou-se. John aproximou-se de Michael e Megan.
- Posso saber onde vocês estavam? – perguntou asperamente.
- Estávamos andando pelo rancho - Michael respondeu-lhe. - Algum problema?
- Isso é você quem deve me dizer – John parecia cuspir as palavras.
- O que está insinuando, John? – Megan, não acreditava no que estava ouvindo.
- Nada. Apenas acho estranho que o Michael lhe acompanhe em todo lugar que você vá. Parece sua sombra.
- Prefere que eu deixe sua mulher andando sozinha por aí? Neverland é enorme. Ela poderia se perder – disse Michael, educadamente.
De repente uma enorme gargalhada escapou da boca de John.
- Ah, Michael! Estou brincando – confessou aos risos. – Pensou que eu estivesse falando sério?
- É – murmurou Michael, confuso. – Pensei.
- Palhaço! – disse Megan, olhando para o marido.
- Megg... onde está o seu senso de humor? – perguntou John, ainda sorrindo.
- È melhor que eu não lhe responda – disse ela, retirando-se da sala.
- Parece que ela ficou chateada – concluiu John.
- É – concordou Michael. – Parece que sim.
- Como as mulheres são frágeis, minha nossa! Mas mudando se assunto...
- John temos que ter uma séria conversa.
- Então diga Michael.
- Não quer se sentar?
- Estou bem, de pé. Agora fale, está me deixando curioso.
- Bom... quando eu os chamei para hospedarem-se aqui no rancho não podia imaginar que...
- Que nós ficaríamos por aqui tanto tempo!
- Não, não é nada disso. O que estou tentando falar é que estou...
- Está profundamente chateado com a brincadeira que acabei de fazer! Ah Michael me desculpe. Eu sei que peguei um pouco pesado mas...
- John você pode me escutar?!
- Não fique assim tão nervoso foi só uma brincadeira, Michael. Eu sei que posso confiar em você – disse ele indo em direção a escada.
- Volte aqui John! Não é isso!
- Depois conversamos. Estou muito cansado, o dia foi longo, preciso dormir. Boa noite Michael.
- Boa noite - murmurou, balançando a cabeça negativamente.

Capítulo 8


Naquela noite Michael não conseguiu dormir. Virou-se e revirou-se na cama pensando e repensando na conversa que John havia interrompido. Precisava resolver logo aquela situação, contar de uma vez que estava apaixonado e ser leal com o seu coração. Mas John sempre encontrava um modo de fugir do assunto, dizendo que estava com sono, cansado, ocupado, ou que iria sair. E isso tornava tudo mais difícil.


Michael estava tomando café da manhã quando Christine aproximou-se.
- Senhor Jackson, o que devo fazer para o jantar de sexta-feira?
- Faça qualquer coisa. Por que está me perguntando isso?! – questionou Michael confuso. – É sempre você quem cuida dessas coisas.
- Eu pensei que o senhor tivesse alguma recomendação. Não sei o que devo servir.
- Christine, me diga que não esqueci de nada – suplicou Michael.
- Adoraria dizer que não, mas... o jantar com os coreanos... é nessa sexta.
- Como eu pude esquecer?! – perguntou para si mesmo. – Esse jantar tem que ser muito bem organizado. Além dos executivos coreanos também virão alguns membros da minha equipe de produção. Você tem carta branca para escolher o que achar melhor. Planeje tudo com muito cuidado, esse jantar é muito importante pra mim.
- Deixe comigo – disse Christine assentindo com a cabeça.
Megan e John desciam as escadas. Michael os chamou.
- Teremos um jantar sexta-feira. Espero contar com a presença de vocês.
- Estaremos aqui. É um jantar com amigos ou um jantar à negócios? – perguntou John curioso.
- Um jantar para fazer negócios com amigos – respondeu-lhe sorrindo.

*****************************

Todos os convidados compareceram ao jantar. Eram uns 25 no total. Tudo transcorria bem até que Michael percebeu que John estava começando a exagerar na bebida. Preocupado ele foi à cozinha falar com Christine.
- Christine, parece que o John está bebendo além da conta.
- Parece?! Se ninguém fizer nada, ele transformará esse jantar em um circo.
- O que vou fazer? – perguntou Michael. – Eu não posso simplesmente arrastá-lo da sala! – concluiu.
- Peça ajuda à Megan. Antes que seja... – ela foi interrompida por vozes alteradas que vinham da sala - ... tarde demais.
- Vou ver o que está acontecendo – disse Michael, saindo apressadamente.
Ao chegar na sala, Michael não acreditou no que viu. John estava segurando um dos coreanos pela gola da camisa.
- Seu desgraçado! Eu vou te ensinar a não mexer com a mulher dos outros – dizia ele aos gritos.
- Solte ele John – implorava Megan. – Está ficando louco?
- Cale a boca Megan! Primeiro eu acerto ele e depois acerto você – rebateu cheio de fúria.
O coitado do coreano não dizia uma única palavra.
- Solte o senhor Lee, John! - Michael disse severamente.
- Só depois que eu lhe der o que ele merece! – gritou John.
- Solte ele John! Só estávamos conversando! - explicou Megan desesperadamente.
- Conversando?!! Conversando sobre o quê?! O que você tem pra conversar com um homem que mal conhece?!
- Pare com essa crise de ciúmes imbecil John! Você está estragando o jantar do Michael.
- Dane-se o jantar! Dane-se o Michael! Dane-se você Megan! Dane-se todos!!!
Todos os presentes estavam paralisados e Michael, o anfitrião, não sabia o que fazer para acabar com a confusão. Até que Taylor, um dos seguranças, perguntou se deveria apartar a briga.
- O que está esperando?! - murmurou Michael, respondendo à pergunta. - Pegue o John e o leve lá pra cima – ordenou. – Vou tentar me desculpar com os convidados.
Taylor apartou a briga e levou John para o quarto, assim como Michael havia mandado. Megan, envergonhada, saiu correndo aos prantos. Michael desculpou-se com os convidados e foi à procura dela – ele precisava consolá-la e ter com ela uma longa conversa. Mal imaginava o rumo que aquela conversa iria tomar.

Capítulo 9
Michael procurou Megan em todos os cômodos da casa, mas não conseguiu encontrá-la. Foi quando da janela de um dos quartos viu uma sombra no lado escuro do jardim. Era ela. Ele desceu pulando os degraus da escada tamanha era sua pressa, e foi ao seu encontro.
Ao chegar no jardim, viu Megan sentada, com os olhos vermelhos de tanto chorar. Michael aproximou-se.



- Não fique assim Megg – ele sentou-se ao seu lado. - Não gosto de te ver assim.
- Ele não tinha o direito de me humilhar daquela maneira – murmurou ela, com lágrimas nos olhos.
- Ele estava bêbado – rebateu Michael. – Disse tudo da boca pra fora.
- Bebeu e deixou a máscara cair.
- Não fale assim Megg, o John não é desse jeito.
- Você não sabe de nada Michael. Não sabe o que tenho passado ao lado desse homem todos esses anos.
- Do que você está falando?
- Sabe Michael... está na hora de você saber a verdade – disse ela, firmemente.
- A verdade? – perguntou Michael, confuso.
- Sim. A verdade – repetiu Megan.
Um momento de silêncio se fez. Ela não sabia por onde começar.
- O John – ela murmurou. – Há algo sobre ele que você precisa saber.
- Algo que eu preciso saber? – perguntou Michael, sem entender.
- Ele está envolvido com pessoas perigosas Michael. Tenho medo do que ele possa estar planejando... contra você – disse ela, falhando nas duas últimas palavras.
- Não diga insanidades – respondeu Michael, sorrindo. – O John é meu amigo.
- Michael, você precisa acreditar em mim. Ele por acaso lhe disse que tipo de negócio veio tratar em L.A?
- Não... – disse Michael, tentando se lembrar. – Não, não disse. Mas... logicamente é algo relacionado a produção musical.
- Ele não atua mais nessa área. O John não é mais produtor musical.
- Não pode ser – disse Michael, balançando a cabeça. - Não pode ser.
- Você não deveria tê-lo convidado pra ficar aqui. Como pode ser tão inocente?
- Megan, você não está falando coisa com coisa.
- Você tem que acreditar em mim! Eu não brincaria com um assunto tão sério.
- Me desculpe, mas é dificil de acreditar. Eu conheço o John há anos, há muito mais tempo que você, sei que ele não é nenhum gangster disfarçado - sorriu.
- Talvez pior que isso! - ela mantinha o tom sério na voz. - Acredite em mim Michael, ele não é o que todos acreditam que seja.
- Tudo bem, tudo bem - disse-lhe Michael, tentando ao máximo disfarçar que ainda não tinha se convencido. - Eu acredito em você.
- Que bom! - Ela deu um pequeno suspiro de alívio. - Queria ter contado antes, mas... não tive corajem.
Michael olhou firmemente nos olhos de Megan. Ela parecia estar sendo sincera. Por mais que aquela história parecese absurda, ele decidiu acreditar nela.
- Megg, você tem mesmo certeza do que está me falando?
- Claro que sim.
- Preciso ter uma conversa com o John – Michael levantou-se bruscamente.
- Você não pode fazer isso – murmurou ela, puxando-o pra si. - Ele não pode saber que eu te contei.
- Tenho que ir – falou Michael, firmemente. Se estou sendo enganado preciso fazer alguma coisa!
- Não faça isso – pediu ela o olhando nos olhos. – Fica?!
Michael sentou-se novamente. Não podia recusar um pedido feito daquela maneira. Os dois ficaram calados até que Megan aproximou-se mais um pouco.
- Eu morreria se algo de mal te acontecesse – disse ela, segurando o seu rosto.
- Você gosta tanto assim de mim? - perguntou, com um sorriso tímido nos lábios. - Não foi isso que você falou outro dia.
Megan puxou o ar.
- Eu te amo Michael – disse ela, tomando coragem. - Você não sabe o quanto é difícil te ver todos os dias e não poder te abraçar, te beijar e gritar pro mundo inteiro ouvir que eu estou perdidamente apaixonada. Me desculpe por não ter assumido isso antes mas...
Michael não esperou ela terminar a frase. Prendeu os braços em volta do seu corpo e beijou-a, deixando-a sem ação. Foi um beijo delicado: porém quente e intenso – daqueles que deixam qualquer mulher de pernas bambas.
Depois do beijo, ela pôde continuar.
- Eu tentei controlar esse sentimento mas como você mesmo disse não mandamos no coração – ela aninhou-se em seus braços.
- Não sabe o quanto estou feliz em ouvir isso de você. Megan eu me apaixonei por você desde o dia que te vi entrar por aquela porta, talvez até antes disso – disse ele, suavemente. – Nas tardes que nós ficávamos conversando, eu sentia vontade de te beijar, te pegar no colo, te levar pro quarto e te fazer só minha.
- Faltou coragem senhor Michael Jackson? – perguntou ela, maliciosamente.
- Você não me conhece – susurrou, olhando-a firmemente. – Não sabe do que sou capaz.
Realmente ela não sabia. Mas imaginava.
- Mas espero que me dê a chance de mostrá-la – disse Michael, sorrindo.
- É impressionante a sua capacidade de ser sedutor e cavalheiro ao mesmo tempo. Diferente de todos os homens que já conheci, um verdadeiro gentlerman.
- Agradeço os elogios senhorita - ele abriu um pequeno sorriso. - Mas agora tenho que ser chato e voltar ao nosso assunto inicial: o John. Hoje você conseguiu me prender aqui, mas a minha conversa com ele não passa de amanhã.
- Eu vou conversar com ele primeiro – avisou Megan. – Vou pedir o divórcio, depois de tudo que aconteceu hoje... é inevitável.
- Claro – concordou Michael. – Quero que você seja minha. Só minha. Não quero ser teu amante. Não quero dividi-la com ninguém.
- Eu... – foi a única coisa que ela consegui falar antes de Michael lhe calar com outro beijo.
Apesar dos riscos de serem vistos, Michael e Megan voltaram para a casa de mãos dadas. Estavam dispostos a enfrentar qualquer tipo de adversidade para ficarem juntos. Mas talvez não fosse tão simples assim.

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Michael Eterno

avatar

Mensagens : 99
Scores : 159
Data de inscrição : 01/06/2012

MensagemAssunto: Re: Prova de Fogo   Ter Jul 10, 2012 3:35 pm

Capítulo incrível, Nai! Eu sabia que esses dois ficariam juntos, porém há sempre uma pessoa que estraga o "conto de fadas."
Continua, Nai! Sua fic está ótima! emomj
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
TatahJacksonMania

avatar

Mensagens : 335
Scores : 349
Data de inscrição : 05/06/2012
Idade : 19

MensagemAssunto: Re: Prova de Fogo   Ter Jul 10, 2012 5:47 pm

aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaah!
Deus, amo deeeeeeeeeeeeeeeeemais essa fic!
Oh men!
Perfeita, perfeita, peeeeerfeita!
Vou matar as saudades, que lindo, rs.
Continua sister!
*-*-*

_________________

Mais um cantinho de amor para Michael meninas!!
Venha nos visitar:
http://nevercansaygoodbyemj.forumeiros.com/forum
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Paulinha Jackson

avatar

Mensagens : 77
Scores : 79
Data de inscrição : 13/06/2012
Idade : 23
Localização : Pernambuco

MensagemAssunto: Re: Prova de Fogo   Ter Jul 10, 2012 9:11 pm

O Michael é perfeito demais ... como pode ?
Ainda bem que ela contou ao Mike e que se declarou pra ele
Agora é enfrentar o que virá.
Tá linda sua história Nai .

Continue .
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Prova de Fogo   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Prova de Fogo
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 2Ir à página : 1, 2  Seguinte
 Tópicos similares
-
» [Internacional] China Airlines: fogo durante carregamento
» Combate ao Fogo
» [Brasil] Pequeno avião cai e pega fogo em canavial no interior do Paraná
» [FSX] Volta a Cabo Verde (Brava - Fogo - Santiago)
» ANAC Prova de Navegação / Meteorologia - Dúvidas

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Never Can Say Goodbye MJ :: Fanfictions :: Fics Pausadas-
Ir para: