Never Can Say Goodbye MJ
Olá querido(a) Fã...
Nosso fórum vai passar por mudanças. Pretendo fazê-lor o mais rápido possível para evitar o menor desconforto.Espero que continue conosco e faça o seu cadastro. Ótimas Novidades vem por ai! Não percam!

God bless you.... Beijacksons <3
Administradora

*+ O Amor não tem fronteiras,
E a saudade nunca será um adeus +*


<3 O Amor vive para sempre <3
 
InícioInício  PortalPortal  CalendárioCalendário  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe | 
 

 Just Good Friends [+18] [Finalizada]

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte
AutorMensagem
TatahJacksonMania

avatar

Mensagens : 335
Scores : 349
Data de inscrição : 05/06/2012
Idade : 19

MensagemAssunto: Re: Just Good Friends [+18] [Finalizada]   Qua Dez 26, 2012 2:06 pm

Capítulo 17


Tamires, Michael e Polly seguem em direção ao quarto de Camily. Assim que chegam, Tamires bate na porta e entra.

- Oi mãe... Voce tem visitas.

- Visitas? - ela sorri - Ah, mais estou feia, filha...

- Mãe, voce está linda, ok? Vou chama-los - ela fala e segundos depois entram no quarto Michael e Polly

Polly é a primeira a falar.

- Concordo com a ela senhorita Camilly. É tão bom saber que está bem. Bem, hoje te alguém especial na visita.... Tah apresenta ele ... Polly pisca pra ela.

Camily arregala os olhos.

- Seu o que? - ela pergunta, quase gritando

- Mãe, por favor, você não pode se alterar! - fala Tamires, preocupada.

- Me desculpe, querida, mas... Desde quando voce conhece Michael Jackson? E desde quando ele é seu namorado? - ela pergunta

Michael sorri e fala:

- É um prazer imenso conhecer a senhora. - Michael disse educado como um príncipe e pegou na mão dela - Conheci Tamires através de Poliana. Polly trabalha comigo e também é minha melhor amiga. Falou simpático. - Ele respira fundo e continua. - Quanto a sermos namorados, isto foi a pouco tempo.

Michael tem um sorriso tímido nos lábios. Como dizer que o namoro deles tinha 1 dia de existência?.

- Isso é impressionante! Minha filha está namorando com o seu ídolo... - ela sorri emocionada - Oh, queridos, desejo toda a felicidade do mundo pra vocês. E cuide bem da minha menina, querido.

- Sim senhora, cuidarei de Tamires com tudo que ela merece. Respondeu Michael.

- Pode deixar Camilly, ficarei de olho neses dois. Polly brinca.

Michael fica vermelho feito tomate e Polly ri.

- Conto sua ajuda, querida! - Camily fala sorrindo - Só falta falar com o seu pai, não é, filha?

- Sim... A parte mais difícil. - murmura ela.

Michael fica sem jeito e dá um sorrisinho.

- É só falar com jeitinho querida, sempre foi assim... Seu pai tem um coração mole, só e faz de durao.

Polly sorri e fala.

- Não se preocupe Mike, tem três mulheres ao seu favor. Ela pisca pra ele e toca seu ombro para tranquiliza-lo.

- Isso mesmo, meu bem... Estamos aqui! - Camily sorri.

O célular de Tamires toca ela atende segundos depois desliga.

- Senhor Robert está a caminho... - ela fala sorrindo. Michael a olha sem estender - Meu pai.

- Ah sim.. Michael sussurra.

Polly puxa uma conversa normal.

- Como está o tratamento aqui no hopital Camilly? É bom?.

- O hospital é ótimo, queria, mais não vejo a hora de sair daqui. - ela sorri

Segundos depois, a porta do quarto se abre e Robert entra com um enorme buquê de rosas vermelhas nos braços.

- Ah meu bem... - ele entra sem nem presta a atenção em ninguém.

- como você está? Estava tão preocupado! - ele murmura e beija nos lábios

- Estou bem, meu amor... Obrigada pelo buquê. - ela sorri - Hei você nem falou com as visitas.

Ele olha ao redor e observa todos até que seus olhos param em Michael.

- Michael Jackson? - pergunta ele...

Michael sorri.

- Sim, sou eu... Diz tímido.

- Hum... É um prazer te conhecer mais... Me desculpe ser indelicado, mais o que faz aqui! - pergunta

- O meu é maior senhor. Tamires estava em minha casa quando soubemos do acidente de sua esposa. Rapidamente Poliana e eu trouxemos Tamires e ficamos para não deixa-la só. Michael explica com o coração tremulo. O pai dela era direto e reto.

- Estava em sua casa? O que ela estava fazendo em sua casa?

- Eu a levei para conhecer Michael, senhor. Sei o quanto Tamires é fã de Michael, e realizei este sonho dela. Polly resgata Michael com sua fala.

- É pai, eu fui conhecer o rancho de Michael. Estava lá quando Margareth me ligou me avisando do acidente. - disse ela... - aliás, pai, essa é Polly, minha amiga.

- Muito prazer, Polly. Michael, muito prazer em te conhecer - Robert fala

- Muito prazer Robert. Polly apertou a mão dele e Michael fez o mesmo.

Um silêncio se instala. Quem ia contar que Tamires estava comprometida?. A mãe de Tamires percebe o clima e abre espaço para o assunto:

- Então, querido, precisamos conversar... - ela fala.

Robert a olha, desconfiado sobre o assunto em questão.

- Sobre o que? - pergunta ele...

- É que... Primeiro de tudo: não se estresse, ok? - ela fala - Michael quer namorar nossa menina.

Robert olha pra Michael, esperando que ele falasse alguma coisa.

Michael sente a garganta apertar. Ele precisava dizer alguma coisa... E diria.

- É verdade senhor Robert, sua filha é adorável e conhecê-la é maravilhoso. Saiba que minhas intenções são as mais honestas e sinceras que um homem poderia ter. Meu único desejo é faze-la feliz. Falou sentindo que teria um treco a qualquer momento.

- Precisamos conversar, rapaz. - Roberto fala - Já volto, querida. - ele beija a esposa e segue em direção à porta.

_________________

Mais um cantinho de amor para Michael meninas!!
Venha nos visitar:
http://nevercansaygoodbyemj.forumeiros.com/forum
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Michael Eterno

avatar

Mensagens : 99
Scores : 159
Data de inscrição : 01/06/2012

MensagemAssunto: Re: Just Good Friends [+18] [Finalizada]   Qui Dez 27, 2012 4:49 pm

Agora o bicho vai pegar! O Robert é direto mesmo, hein! Mas tendo o Michael como genro e o ser de coração bom que ele tem vai conquistar o sogro. Torço pra essa conversa der certo. Esperando os próximos capítulos, garotas!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Nai Jackson
Admin
avatar

Mensagens : 929
Scores : 1011
Data de inscrição : 01/06/2012
Idade : 21
Localização : Michael Jackson's World

MensagemAssunto: Re: Just Good Friends [+18] [Finalizada]   Dom Dez 30, 2012 2:17 pm

Genteeeee, eu me perdi again!!!
Minha Nossa Senhora... Como tô lerda! timidin
Vou colocar a leitura em dia, girls.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bruna Raphaela

avatar

Mensagens : 13
Scores : 15
Data de inscrição : 06/01/2013
Idade : 19
Localização : Pidamonhangaba-SP

MensagemAssunto: Re: Just Good Friends [+18] [Finalizada]   Seg Jan 07, 2013 8:11 pm

Jesus!Por que eu acho que vai dar merda ? Apenas acho ^_^
Porém posso estar errada não é mesmo?
Amando a fic,meninas!
Beijo no coração Wink
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Miss Jackson
Admin
avatar

Mensagens : 1328
Scores : 1883
Data de inscrição : 01/06/2012
Localização : Michael's House

MensagemAssunto: Re: Just Good Friends [+18] [Finalizada]   Ter Jan 08, 2013 7:24 am

Oi meus amores.... Bom dia sunny

Pois é MICHAEL, Mike pode mesmo conquistar o sogrão, mas vamos ver como ele se sai não é?
Toda conversa assim é tensa... que já viu sabe hehehe HIHIHI

Não se preocupa MANINHA tem muita coisa pra rolar ainda.
Coloque sua leitura em dia quando puder okay. happy

Seja bem vinda BRUNA!!!! mjpalmas
Muito obrigada por participar deste fórum tão especial a todos nós.
Sinta-se a vontade para comentar e postar onde quiser.
Você está em casa viu 582 Beijinhos flor girl789


OBRIGADA a todos por apreciar e comentar nossa fic. Escrevemos pra vocês!!!
boca123 Mil beijos a todos... We love u more girl789 RTT1

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://nevercansaygoodbyemj.forumeiros.com
TatahJacksonMania

avatar

Mensagens : 335
Scores : 349
Data de inscrição : 05/06/2012
Idade : 19

MensagemAssunto: Re: Just Good Friends [+18] [Finalizada]   Qua Jan 09, 2013 11:42 am

Olá amores!
Pedimos desculpa pela demora, é que alguns capitulos estavam comigo, outros estavam com a Polly, aí enrolou tudo, hahaha.
Bruna, querida, seja muito bem vinda, viu? Adoramos sua presença e agradecemos desde já.
Obrigada por estarem aqui, amores!
Beijos! Wink

_________________

Mais um cantinho de amor para Michael meninas!!
Venha nos visitar:
http://nevercansaygoodbyemj.forumeiros.com/forum
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
TatahJacksonMania

avatar

Mensagens : 335
Scores : 349
Data de inscrição : 05/06/2012
Idade : 19

MensagemAssunto: Re: Just Good Friends [+18] [Finalizada]   Qua Jan 09, 2013 11:46 am

Capítulo 18


Michael vai atrás dele.

- Eu não participo dessa conversa? O assunto me envolve, não é? - pergunta Tamires.

Robert se vira pra ela.

- Fique aqui, mocinha. Voltaremos já, já

Falado isso, os dois saem do quarto e vão em direção a sala de visitas.

Polly olha pra Tamires e chega perto de Camilly.

- Mike vai ficar bem Camilly?.

- Claro que vai. Eles só vão conversar. - diz ela, sorrindo

Polly sorri aliviada.

Na sala de espera, Michael se sentou no sofá e Robert se sentou na poltrona há sua frente.

- Então, quer dizer que quer namorar com minha filha, rapaz? - pergunta Robert - O que te leva a pensar que é o homem certo pra ela?

- Desejo namorar sua filha porque ela é incrível, linda, inteligente e por muitas outras qualidades que o senhor a ensinou a ter. Sinceramente senhor Robert, não sou o melhor dos homens para Tamires. Tenho defeitos, manias, acordo de mal humor as vezes e tenho meus dias ruins. - Robert estranha a resposta e espera a conclusão – Agora eu digo ao senhor, o homem perfeito não existe... Neste momento há um homem diante dos seus olhos que fará o impossível para fazer sua feliz sorrir. Eu amo muito Tamires, ela é especial... E se o senhor permitir nosso namoro, tenho certeza de que não irá se arrepender. Michael terminou firme.

Robert para um público pouco e reflete sobre a resposta de Michael.

- Sabe rapaz, eu já estive aí, no seu lugar a quase 35 anos atrás, e eu prometi a mesma coisa ao meu sogro. Na época, eu não entendia o quão importante era aquilo, hoje eu sei o quanto pesa para um pai entregar sua filha para qualquer um. E pode ter certeza, não é meia dúzias de palavras que irão me fazer acreditar em você, até porque, na minha frente já se passaram uma dúzia de garotos falando a mesma coisa.

- Naquela hora, Michael pensou que não tinha conseguido conquistar a confiança de Robert –

- Só que eu sei que você está apaixonado pela minha filha e não sei disso por causa de suas palavras bonitas. Eu sei disso porque a verdade em seus olhos. Você pode namorar a minha filha, mas saiba que eu sou seu sogro e acima de tudo, sou seu amigo. Não me queira como um inimigo. Então, só cumpra o que seus olhos me disseram e faça a minha filha feliz.

- Cumprirei cada palavra senhor. Fique tranquilo. Também não o quero como meu inimigo, até porque num duelo entre nós, com certeza eu sairia perdendo. Agradeço profundamente por entender meu lado e meus sentimentos para com sua filha. Não se arrependerá do que fez. Muito obrigado.
Michael estende sua mão para Robert para selarem a conversa.

- Cumpra seu prometido rapaz e me chame de Robert, apenas. - ele sorri e a mão de Michael

- Cumprirei cada palavra senhor. Fique tranquilo. Também não o quero como meu inimigo, até porque num duelo entre nós eu com certeza sairia perdendo. Agradeço profundamente por entender meu lado e meus sentimentos para com sua filha. Não se arrependerá do que fez. Muito obrigado.

Michael estende sua mão para Robert para selarem a conversa.

- Cumpra seu prometido rapaz e me chame de Robert, apenas. - ele sorri e a mão de Michael

- Tudo bem Robert. Michael também sorri pra ele.

- Agora, vamos lá acabar com a agonia das mulheres.

- Vamos sim...

_________________

Mais um cantinho de amor para Michael meninas!!
Venha nos visitar:
http://nevercansaygoodbyemj.forumeiros.com/forum
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
TatahJacksonMania

avatar

Mensagens : 335
Scores : 349
Data de inscrição : 05/06/2012
Idade : 19

MensagemAssunto: Re: Just Good Friends [+18] [Finalizada]   Qua Jan 09, 2013 11:47 am

Capítulo 19


Michael e Robert chegam no quarto e Michael conta que recebeu o alvará para namorar Tamires. Todos ficam felizes; alias, só faltavam as meninas roerem a unha do pé de tanto medo e ansiedade. Tamires estava quase dormindo com a cabeça encostada na de Michael, quando ele perguntou há ela:

- Está cansada não é amor. Se quiser vamos pra casa agora?.

- Ah, amor... Vamos sim, passar a noite acordada me deixou cansada mesmo! - diz ela.

- Então vamos amor. Em casa você descansa melhor.

Tamires assentiu e se levantou.

- Mãe... Estamos indo, tudo bem? Amanhã eu volto para te ver. - ela sorri e beija Camily.

- Tudo bem, querida, descanse. Te amo.

- Também te amo... Tchau pai...

- Tchau querida, juízo sim... - ele sorri e a beija.

Michael se vria pra Polly e diz:

- Você vai conosco Polly?

- Vou sim Mike, mas eu quero que me deixe em casa, pode ser?

- Claro.

- Okay e mais tarde eu vou pro rancho tá.

- Tudo bem meu anjo. Agora vamos garotas.

Michael, Polly e Tamires e vão embora. Vão conversando durante o trajeto, e logo chegam a casa de Polly.

- Você vai mesmo lá no rancho mais tarde, né? - pergunta Tamires

- Vou sim Tah. Só vou me organizar aqui e depois chego lá. Ah sis, você passa pra mim o telefone do Chris, por favor.

Michael se intromete na conversa.

- Eu já devia saber. Por isso ela escolheu vir pra casa... Vai ligar pro namoradinho dela, Aff!

Tamires suspira.

- Você está certa amiga, tem que ligar para o seu namorado mesmo! - Tamires diz. - Claro que te dou o telefone dele. Você quer qual? Tenho o da casa dele, o celular particular, o do escritório...

Michael a interrompi.

- Oh que isso? Virou farra agora?

- Ah, Michael, pare de graça. - ela ri dele. - Vai querer qual, amiga?

- Quero todos sis!. Diz olhando para Michael e fazendo careta.

Ele serra os olhos pra ela.

Tamires passa todos os telefones de Christian para Polly.

- Faça bom proveito, amiga. Christian fica muito tenso no trabalho, distraia ele. - Tamires pisca pra ela

- Pode deixar sis, vou cuidar dele direitinho. Ela pisca também.

- Oooh, mais respeito hein... - Mike diz resmungando. - Juízo em dona Polly!.

- Isso eu tenho de sobra maninho. Beijo meus lindos e se cuidem... Mais tarde apareço lá.

- Deixe ela, Michael... Beijo amiga, e vá lá sim. - Tamires dando, soprando um beijo para sua amiga.

Polly sai do carro e Tamires sorri para Michael.

- Você é igualzinho ao Christian, sabia? - pergunta ela

- Eu não tenho nada a ver com ele amor. Somos totalmente diferentes!.

- Nada disso, preste atenção: Você é teimoso, ele também é, você é brigão, ele também é, você fica sem paciencia facilmente, ele também, você é ciumento, ele também é... São irmãos gêmeos de mães diferentes.

- Tá louca Tamires? Olha... Vou perdoa-la porque está sem dormir e isto com certeza é um devaneio. Eu e Christian... gêmeos... Isso é loucura. Ele resmunga e fica bicudo.

- Eu só estou brincando, Michael... - Tamires ri. - Hei.. Tire esse biquinho lindo dos lábios.... Esse biquinho me seduz.

- Não... Você disse que sou igual a ele. Não sou igual em nada, ouviu?. Continuava bicudo pra fazer charme.

Tamires saí do banco e se senta no colo dele.

- Oh, amor, vocês são parecidos sim, e não é só eu que acho isso, não.... - ela lhe dá um selinho. - Estou falando sério, esse biquinho me seduz.

Tamires saí do banco e se senta no colo dele.

- Oh, amor, vocês são parecidos sim, e não é só eu que acho isso, não.... - ela lhe dá um selinho. - Estou falando sério, esse biquinho me seduz.

- Até imagina quem concorda com isso... só pode ser a Polly. Meus lábios te seduzem é gatinha?. Fala sedutor.

- Como adivinhou? - ela sorriu. - Sim, eles me seduzem muito...

- Só aquela doida com concordaria com isso. Agora vem vá - ele envolve seus cintura braços nela - Já que meus lábios te seduzem... que tal parar de resistir?

- É um caso a ser pensado, Sr. Jackson...

Ela sorri e o beija com paixão, sentindo as mãos de Michael lhe apertar a cintura.

Michael terminou o beijo sugando o lábio dela.

- Hum... Meu pai foi muito bravo com você? - ela pergunta

- Um pouco, mas ele tem seus motivos. Tendo uma filha fantástica assim, eu no lugar dele seria uma fera.

Tamires sorriu.

- Obrigada... - ela disse. - Ele sempre foi direto ao ponto, como você viu. Com meus outros namorados foi pior...

- Pior? O que ele fez?. pergunta curioso por saber das atitudes do sogro.

- A conversa que ele tinha com eles durava uma hora, no minímo. Eles saiam do escritório do meu pai completamente transformados. Você sabe, adolescente quer ficar se agarrando a toda hora, e nós ficávamos assim, mas depois que eles conversavam com meu pai, isso mudava. Eles se transformavam nos rapazes mais comportados do mundo.

- Teve um que não aguentou a pressão e nem terminou de me pedir em namoro, ele saiu correndo lá de casa... - Tamires riu com a lembrança

- Omg é sério? Michael riu.

- Sim... Esse foi o meu segundo namorado, se não me engano... Acho que eu tinha 14 ou 15 anos... Foi bem engraçado, mais naquela época eu fiquei chorando durante uma semana...

- Ohh tadinha da minha gatinha - ele dá um selinho carinhoso nela - Mas agora você não precisa mais chorar e nem se preocupar. Já falei com seu pai e temos a benção dele. Agora só nos resta curtir.

- Graças a Deus! - ela olha pra ele. - Curtir, não é? E qual forma de curtição você sugere, Sr. Jackson?

Michael arquea sobrancelha sedutoramente.

- Há muitas formas de curtir uma namorada.... - ele passa a mão nas costas de Tamires por dentro da blusa - Basta saber se ela a namorada aceitará o que virá....

Seu olhar pra ela é intenso e a mordida nos próprios lábios faz Tamires perder o ar.

- E se sua namorada aceitar, o que você vai fazer com ela?

- Se aceitar, ela terá uma experiência inesquecível. - Michael sorriu malicioso. - E sobre o que virá, não contarei para não estragar a surpresa.

- Ah, conta... Só um pouquinho... - ela faz charme.

- Não, não gatinha... Surpresa é surpresa!. Michael se mantém firme.

- Você é muito mau, Michael.. - ela diz, fazendo bico.

É a vez de Michael rir.

- Você fica linda bicudinha assim. Olha, estamos chegando... Logo poderemos desfrutar de nosso momento a sós...

Michael enterra a cabeça no pescoço de Tamires sente o seu perfume... Ela arrepia. Ele aperta a cintura dela de leve e beija seus lábios sem dar tempo dela responder.

Depois do beijo Michael a olha nos olhos.

- Eu te amo, sabia?

Tamires solta o ar que estava prendendo e sorri.

- Eu te amo mais. Michael sorri.

O carro segue para a propriedade. No trajeto Michael e Tamires conversam e namoravam.

_________________

Mais um cantinho de amor para Michael meninas!!
Venha nos visitar:
http://nevercansaygoodbyemj.forumeiros.com/forum
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
TatahJacksonMania

avatar

Mensagens : 335
Scores : 349
Data de inscrição : 05/06/2012
Idade : 19

MensagemAssunto: Re: Just Good Friends [+18] [Finalizada]   Qua Jan 09, 2013 11:54 am

Capítulo 20


Ao chegarem ao rancho Michael ajuda Tamires a descer. Ela agradece e sorri. Ele a abraçou e entram em casa.

Tamires respira fundo e fala:

- Nem acredito que chegamos!

- Nem eu e graças a Deus que sua mãe está bem. Amor, se você quiser descansar fica a vontade. Você está em casa, ouviu?!

- Ah, eu quero que você durma comigo. - ela olha pra ele. - Se não for te incomodar, é claro.

- Claro que durmo com você meu amor, mas não vou te atrapalhar?

Tamires negou com a cabeça.

- Jamais, amor. - ela fala. - Hum... Vou dormir agarradinha com você, desse jeito, não vou querer ir embora daqui nunca mais! - ela ri

- E quem disse que precisa embora? Se quiser ficar deixará este homem aqui muito feliz.

Eles conversam indo pro quarto de Tamires.

- É uma proposta tentadora, Michael, mas eu não posso morar aqui.... - ela diz.

- Aaaahhh... - ele faz uma carinha triste - Seus pais não deixariam né?

Tamires confirma com a cabeça.

- Está muito cedo, ainda, mas, quem sabe mais lá pra frente... - ela sorri. - Eu moro sozinha, então, você também pode ira ao meu apartamento, passar uns dias comigo.

- Eu adoraria conhecer onde você mora, amor. Ele sorri.

Michael abre a porta do quarto e dá passagem a Tamires.

- Primeiro as damas.....

- Hum... Que cavalheiro. - ela fala, entrando no quarto.

Michael entra depois dela e fecha a porta.

- Se importa se eu tomar um banho antes de deitarmos amor?. Tamires diz.

- Claro que não amor, vai lá. Estarei esperando. Michael fala.

Tamires dá um beijo nele e vai pegar roupas limpas na mala que levou para o rancho.
Michael senta na cama para espera-la. Tamires entra no banho. A água estava quente e tinha uma ducha muito relaxante. Sente uma deliciosa massagem nas costas quando a água escorria pelo seu corpo. Ela lava os cabelos e relaxa mais um pouco enquanto deixa a água cair.Quando termina veste a roupa e sai do banheiro secando os cabelos com a toalha. Michael a admira a cena em silencio.

Tamires percebe que Michael a observava e logo pergunta:

- O que foi Mike? Porque me olha tanto?

- Estou aqui pensando como tenho tanta sorte de ser seu namorado. Você é tão linda!!. Ele fala.

- Ah Michael... - Tamires vai até ele e fica de pé entre suas pernas. Michael a abraçou pela cintura - Eu que tenho sorte de ter você boy!.

- Então somos dois sortudos!. Michael diz.

Ele a pega firme e joga na cama. Tamires sente a força de seus braços.

- Michael... - ela cai na cama, rindo. - Você me pegou de surpresa, alias, você sempre me pega de surpresa...

- Isto é uma das minhas qualidades gatinha! ele brinca com as sobrancelhas.
Tamires ri.

- Uma só né? Porque você tem várias qualidades, tantas que eu até me perco na hora de me lembrar... - ela fala, passando a ponta dos dedos nos lábios dele.

- Você quer um beijo gatinha? Disse com um sorriso travesso.

- Eu sempre quero um beijo seu... - ela fala.

- Seu desejo é uma ordem gatinha...

Michael toca os cabelos dela e beija seus lábios com amor. Sua mão percorre o corpo dela que ainda estava úmido pelo banho. Tamires tocava as costas de Michael e em seguida tira seu blazer. Tamires vestia uma camiseta justa e um short curto. Michael retira a camiseta dela e acaricia seu corpo como um artesão que esculpe sua mais bela obra. Tamires respira fundo com os carinhos. Michael não perde tempo. Beija o pescoço dela e vai descendo colo. Ela geme baixinho quando ele toca seu seio enquanto beijava seus lábios. Michael tira sua camisa e volta a beija-la. Tamires percorre suas mãos no corpo dele. Michael tem um corpo lindo e bem definido. A dança o deixava com uma bela forma. A temperatura aumenta eles ofegam de desejo. Tamires mal conseguia respirar e Michael só pensava na melhor maneira de amar aquela mulher.

- Eu te quero tanto meu amor.... Michael sussurra no ouvido dela.

- Ah, Michael... Eu também quero... - murmura ela no mesmo tem, beijando o pescoço dele.

- Ooh minha gatinha... Ele prensa seu corpo no dela

- Michael... - ela sussurra e o beija, deixando sua perna contornar a cintura dele.

Michael a prende ainda mais em si.

- Ah Tamires... Ele beijava os lábios dela com fervor.
Ela sentia a ereção em sua cintura. Tamires correu as mãos por suas costas e o arranhou.
Michael tomado pelo desejo pega no short dela para tira-lo. Um flash lhe vem a mente... A conversa com Robert volta em sua mente. Prometera cuidar de Tamires. Talvez ainda fosse cedo depois para isso. Michael pára o estava fazendo e fica pensativo. Tamires estranha.
- Mike... O que houve? - pergunta ela, ofegante.
- Não podemos... Ele deixa a frase no ar
Ela franzi o cenho.
- Não podemos o que? Fazer amor?
- Sim amor. Ainda é muito cedo... Não acha? E o que você pensará de mim? Poderá achar que faço isso com todas que cruzam meu caminho... Disse envergonhado.
Tamires olha pra ele e sorri.
- Claro que eu não estou pensando isso de você, Michael. - ela passa mão no rosto dele - Você tem razão, ainda é muito cedo para fazermos isso. - ela da um sorriso tímido

- Obrigado por entender amor. Prometi a seu pai que cuidaria de você e é isso que farei. Quero que seja muito especial e inesquecível para nós dois. Vamos deixar as coisas acontecerem naturalmente, sim?.
Michael beija os lábios dela e espera uma resposta.

- Está bem... - ela sorri pra ele - Você é um homem muito especial, Michael. Qualquer outro se aproveitaria da situação, mas você não... Tenho sorte de namorar um cara como você
- Aaaah minha gatinha! Você é a melhor e por isso tenho de trata-la como merece. Mais sorte tenho eu de namorar com você.
Ele a abraça bem forte e beija sua testa e lábios.

_________________

Mais um cantinho de amor para Michael meninas!!
Venha nos visitar:
http://nevercansaygoodbyemj.forumeiros.com/forum
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Beah-chan

avatar

Mensagens : 393
Scores : 457
Data de inscrição : 20/06/2012
Idade : 25
Localização : Neverland

MensagemAssunto: Re: Just Good Friends [+18] [Finalizada]   Qui Jan 10, 2013 8:37 am

Ai meninas me perdoem eu acabei perdendo um monte de coisas.....

Agora á fic....

ME DÀ UM HOMI DESSES JUSUIS!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Tão delicado e carinhoso e cavalheiro e romantico e atencioso...

aff, é melhor eu parar de colocar qualidades nesse homem senão não vou parar de escrever nunca...

Flores.. tá muito perfeito, mas por favor..... não parem bem nesses lugares....
minha pessoa quase tem um ataque aqui.....

Tô amando como sempre .... bjus!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Miss Jackson
Admin
avatar

Mensagens : 1328
Scores : 1883
Data de inscrição : 01/06/2012
Localização : Michael's House

MensagemAssunto: Re: Just Good Friends [+18] [Finalizada]   Sex Jan 11, 2013 12:27 pm

Aiinnn flor nosso Michael é um é um sonho mesmo não é? omg3
Muito obrigada por nos acompanhar amore. Amamos todos os cometários. core1
Vou postar mais okay happy Beijos boca123
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://nevercansaygoodbyemj.forumeiros.com
Miss Jackson
Admin
avatar

Mensagens : 1328
Scores : 1883
Data de inscrição : 01/06/2012
Localização : Michael's House

MensagemAssunto: Re: Just Good Friends [+18] [Finalizada]   Sex Jan 11, 2013 1:08 pm

Capítulo 21


- Então somos dois sortudos por termos um ao outro. - ela o beija e Michael se deita ao lado dela, para que ela possa colocar sua camiseta. Ela percebe que ele está a olhando descaradamente.

- Admirando a vista? - pergunta ela sorrindo

- Claro, é a melhor que já vi. Nem em minha melhor viagem tive uma paisagem fabulosa dessas. Falou com um olhar sem vergonha e um sorri malandro.

- Não seja exagerado, seu bobo! - ela riu

Tamires se deitou ao lado dele e se alinhou em seu peito.

- Sou exagerado, sou bobo e sou apaixonado pela mulher mais linda que já conheci. E agora mesmo ela repousa como um anjo ao meu lado. Não existe cara nesse mundo de mais sorte como eu!. Michael diz a abraçando.

- Michael você adora me deixar envergonhada - ela sorriu e tampou o rosto com as mãos.

- Meu Deus você virou a Polly é? - ele cai na risada - Parece que ouço a voz dela me dizendo isso. Eu falo a verdade amor, não precisa ficar vermelha. Eu te amo, você me ama... Isso nos basta para sermos felizes!.


- Polly vive nos influenciando... - Tamires fala - Só que eu não estou acostumada receber tantos elogios assim, e isso sempre me deixa tímida... Sim, nosso amor basta para sermos felizes.

- Verdade amor, aquela garota é doidinha. Sobre os elogios... A senhorita pode ir se acostumando por que nem comecei, ouviu?. Agora chega mais pertinho de mim - ele a aperta em seus braços - e durma um pouco para descansar. Sua noite foi muito puxada. Diz carinhoso e beijou a testa dela.

- Sim tenho que dormir porque o Sr. Ainda fez questão de me cansar mais um pouco.. - ela sorri e o beija - Eu te amo.

- Eu te amo muito mais gatinha!. Só pra constar, eu não fiz nem um terço do que tenho em mente pra você amor, mas não pense nisso agora. Durma bem meu anjinho. Ele fazia carinho na cabeça dela enquanto falava.

- Assim você me deixa ainda mais curiosa! - ela ri

- No no no... Nada de curiosidade. Quando acontecer você verá, gritará, sentirá e dirá tudo o que tem direito, mas agora durma mocinha!. Michael segurava o sorriso.

- Hum... Que esse momento chegue logo então, sr. Misterioso! - ela o beijou - Agora eu vou dormir e sonhar com você.

- Chegará sim amor. Pode sonhar comigo gatinha, só não me responsabilizo pelos meus atos, pois nos sonhos todos somos livres. - Ele mexe as sobrancelhas e morde o lábio inferior com um sorriso safado - Bons sonhos amor!. Ele pisca e ajeita para dormir também.

- Ok, mais se eu tiver um sonho erótico voce vai realiza-lo, ok? - ela pergunta rindo - Bons sonhos pra voce também amoré mio.

- O que? - Michael abre os olhos e vira pra ela - Como assim amor? Que sonhos são esses?. Aiin Deus o que eu fui inventar!. Ele ri e volta a deitar, pois Tamires já não lhe dava bola.

O Casal repousa feliz no rancho. Michael se sentia abençoado por estar com Tamires a seu lado. Ela se sentia a garota mais sortuda do mundo. Não são todas as garotas que conseguem conhecer seus ídolos. O destino reservou a Tamires o melhor dos presentes. Além de conhecer Michael ele se apaixonara por ela. Quer coisa melhor para uma fã?.

Assim que desceu do carro Poliana entra em casa. Com um sorriso bobo na face ela sobre as escadas e lembra-se da cena daquela noite passada. “Como pude ser tão forte?” perguntava a si mesma sem entender. Na parede do corredor em que ficaram Polly a tocou com carinho lembrando seu amado Christian. Ela suspira e entra no quarto. Pega uma roupa limpa e confortável na gaveta. Vai tomar banho. Veste a roupa e desce para a cozinha. Oh Deus, tudo ali lembrava ele. Ela sorri e vai pra sala liga o aparelho de som e põe um cd qualquer. A música “Heaven” de Bryan Adams começa a tocar.

Poliana tinha o número dele nas mãos. Pega o telefone e fica pensando. Olha os números.... Digita.... e logo desiste.

- Deus, o que estou fazendo? Pareço uma adolescente boba. Tenho de deixa-lo trabalhar. É... É, isso Poliana! Deixe-o trabalhar em paz. Afirmava a si mesma.

Ela coloca o telefone e o número dele na mesinha de centro da sala. Pega um livro que estava ali perto e começa a folhear. Aquele cartãozinho que Tamires lhe deu tinha voz própria. Estava chamando por Polly. Ela dá uma olhadinha por cima do livro que lia e volta. Minutos depois....

- Isso já é palhaça! - reclamou pra si - Vou ligar e pronto!.

Decidida ela pega os número e liga no algarismo que dizia “particular”. Ele espera chamar e logo a voz dele atende:

- Grey. - sua voz imponente chega sedutora aos ouvidos de Polly.

- Olá baby... É com essa voz sedutora que você atende seus clientes?. Ela diz também usando de sedução na voz.

Ouvi-se a risada de Christian do outro lado da linha.

- Olá amor, estou com saudades. Precisamos usar nosso charme para atrair a clientela. - ele diz

- Eu também estou com muita saudade de você amor!. Ah é, vocês usam a sedução como isca? Então a clientela deve adorar, principalmente a feminina não é mocinho?. Brinca fingindo ciúme.

- Ah, baby, esta com ciumes, é?

- Não... Porque eu estaria?. Desdenhou.

- Não sei... Talvez, porque você tem um namorado lindo e gostoso...

- Nossa, como é metido esse meu namorado!. - sorriu - Fique sabendo que não tenho ciúme porque me garanto amor. Você é meu e ninguém o tira de mim!. Falou firme.

- Já disse que esse seu jeito mandona me deixa excitado? - pergunta ele com voz de safado

Ela solta uma risada gostosa.

- Ainda não.....

- Pois então, esse seu jeito me excita muito! - ele ri - Alias, você me excita de todos os jeitos

- Pára hein amor, já estou roxa aqui... - Riu - E o mocinho não pode ficar nessas condições aí no trabalho, ouviu?.

Ele suspira.

- Isso é verdade - ele ri - Estou louco para te ver.

- Também estou my baby. Se pudesse ia até você sabia?. - Sorriu tímida - Quando podemos nos ver?

Ele sorriu.

- Tenho que cumprir minha promessa, lembra-se? Aquela de eu dormir no seu quarto, com você...

- Lembro sim amor e.... Ela espera ele completar a fala

- Eu quero te ver hoje...

Ela contém o grito... Respira fundo e responde.

- Hoje seria muuito bom... – Sorriu – Que horas?

- Bem, hoje é domingo e eu vou sair daqui a meia hora, se você quiser eu passo em casa e depois vou pra ir, o que acha?

- Ótima idéia! Mas não demora tá amor.. Estou cheia de saudade. Falou toda manhosa.

- Ah, minha gostosa, estou com muito mais saudades, pode apostar! - ele disse, sedutor

Polly arrepia quando ele a chama assim.

- Então quando você chegar apostamos para ver quem sente mais saudade.. rum!. Disse desafiadora.

- Sim! E se eu ganhar eu vou dormir no seu quarto, com você, por mais uma noite!

- Okay, mas se eu ganhar você vai fazer o que mandar! Ouviu mocinho?

- O que você quiser! - ele disse. - Pode usar e abusar de mim, baby.

- Não diga isso amor, você não me conhece.... Ela riu.

- Mais eu confio em você, isso já é o suficiente.

Polly sorri.

- Ah assim não vale baby, você me desarma com suas palavras lindas.

- Só com as palavras? - perguntou

- Nãão... - sorri - Seus carinhos também são muito eficazes.
Sorriu tímida.

- Hum.... Bom saber disso, senhorita Polly. - ele ri. - Baby, estou indo para casa. Logo, logo estarei aí, ok? Prepara-se para perder a aposta.

- Olha o que você vai aprontar hein baby... Não sou fácil como pensa!. - sorriu - Tudo bem amor te espero ansiosa. E prepare-se você, pois vais perder essa aposta para uma garota!.


- Baby, eu te amo muto, sabes disso, mas sinto muito, eu nao nasci pra perder. - ele ri - Até mais amor.

- É o que vamos ver amor! Também te amo muito. Até mais my baby. Ela desliga o telefone com um sorriso.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://nevercansaygoodbyemj.forumeiros.com
Miss Jackson
Admin
avatar

Mensagens : 1328
Scores : 1883
Data de inscrição : 01/06/2012
Localização : Michael's House

MensagemAssunto: Re: Just Good Friends [+18] [Finalizada]   Sex Jan 11, 2013 1:08 pm

Capítulo 22


Ele é apaixonante. Christian é o homem dos sonhos. Era doce e sensível, e ao mesmo tempo também safado e cheio de artimanhas para seduzir sua garota. Suas "diretas" sempre fazem Polly arrepiar e seu coração bate acelerado. Ele termina suas tarefas do dia e combina com a secretária o que ficará para segunda-feira. Guarda os papéis na gaveta e organiza sua mesa. Mais um dia de trabalho chega ao fim.

Polly sobe correndo para o quarto pensando em escolher uma roupa bem bonita pra ele. Ela abre o closet e começa sua caçada. Depois de procurar um bocado ela acerta na escolha ao experimentar uma blusa bem solta e uma calça preta.

-Tomara que ele goste. Disse ela enquanto se ajeitava diante do espelho.

Por baixo da roupa Polly tinha uma lingerie branca de renda lindíssima. Ela não fazia planos para aquela noite, mas se rolasse ela deveria estar preparada. Como o combinado Christian passa em casa toma um bom banho e veste para encontrar sua linda namorada.

Quando ficou pronto deu uma última olhada no espelho ajeitou o cabelo e saiu em seu possante R8 preto. Alguns minutos depois ele chega na casa dela. Ele buzina e Polly abre a garagem com o controle remoto. Christian estaciona desliga o carro e desce. Polly estava de pé a sua espera. Ela sorri e vai até ele e o enlaça em seus braços.

- Aiiiinnn que saudade de você meu amor... disse e o beijou com carinho.

- Ah baby, estava com tantas saudades. - ele cheira seu pescoço - Esta tão cheirosa!

- É pra você esse perfume sabia?. Sorriu.

- Hum... Que delicia. - ele a beija com paixão - Mais você é toda minha, baby.

- Sou mesmo baby. Huum... Nós vamos entrar ou namoramos aqui mesmo? Brincou.

- Acho melhor entrarmos... - ele riu

Polly pega Chris pela mão e o leva para dentro. Assim que chegam na sala sentam no sofá e ela começa a conversar.

- Como foi seu dia hoje amor?.

- Atarefado... - ele murmura, suspirando. - Apesar de ser domingo, aquela empresa não para...

- Nossa! Mas porque vocês trabalham de domingo?

- Nem sempre trabalhamos... É que estamos prestes a fechar um contrato gigantesco com uma empresa Russa, e estamos em fase de estudo, sobre o contrato... E isso exige o máximo de tempo possível.

- Ah sim, então isto significa bons lucros e muito sucesso não é?. Sorriu.

- Com certeza! - ele ri. - Isso também significa que, quando nossos filhos nascerem, o pai deles já vai ter mais condições do que já tem e eles vão ter tudo o que eles quiserem.

- Omg, nossos filhos?. Polly sorri sem entender

- Sim, nossos filhos! - ele a olha com atenção. - Você não quer ter filhos?

- Quero amor, claro que quero, mas é que...

Ela escolhia as palavras, mas Christian não espera ela terminar a frase.

- Polly, isso é só para o futuro, Deus... Não queria te assustar, me desculpe... - ele diz, sem jeito.

- Não se preocupe amor, isso não me assustou... Apenas surpreendeu. É que nos conhecemos a pouco tempo e... Parece que estamos juntos há anos, não é?. Ela sorriu terna.

- Verdade... - ele sorri. - Por isso que quero me casar com você, e ter vários filhinhos, e viver junto de você, para sempre.

Polly faz carinho no rosto dele e olha dentro de seus lindos olhos azuis.

- Você tem certeza disso Chris? Quer mesmo se casar comigo?

- Nunca tive tanta certeza em toda a minha vida... - ele a abraçou - Só resta saber se você aceita se casar comigo.

- Aceito sim meu amor, só não sei se você vai me aguentar pelo resto de nossos dias. Sou meio chata as vezes sabia?.

- Claro que vou baby! Também sou chato. Chistian ri.

- Então fecho amor! - Ela ponhe a mão na boca pra esconder sua risada escandalosa - Aiiin amor, desculpa... Minha risada é muito alta e escandalosa. Aiin que vergonha!!

- Ah não, baby... - ele tira a mão dela de frente da boca. - Sua risada é linda. Seu sorriso é lindo. E é sempre esse som, e esse sorriso que eu quero ver em seu rosto.

Polly abre um sorriso e ao invés de falar parte pra ação. Ela ataca os lábios dele com amor e muita paixão. Christian abraça a cintura dela quando a mesma quase deitou sobre ele. O beijo estava tão intenso que mal podiam respirar. Só fizeram isso quando o ar acabou em seus pulmões. Ele estava surpreso e atordoado com a ação de Polly. Que mulher é essa?.

- Uau... - ele murmura, surpreso.

Polly sorri pra ele.

- Hum... Deixe-me mostrar o que eu sei fazer, também, baby... - ele diz, sedutor,.

Sem dar tempo para Polly responder, Christian a pega pela cintura e a beija com força e amor, fazendo-a se derreter em seus braços e ficar completamente a mercê de seus encantos. Seus beijos migram para o pescoço dela, aonde tinha aquele cheiro que o inebriava.

Polly suspira; Christian tinha essa capacidade sobrenatural de desarmá-la. Era o único homem que tinha esse poder sobre ela. Ele era o homem dela

- Oh Chris o que você está fazendo comigo boy? Eu nunca agi assim antes... Ela diz com a respiração ofegante.

Christian ri.

- Eu é quem pergunto: o que está fazendo comigo, Poliana?

- Estamos loucos Christian! Isso só pode ser loucura!. Ela também sorria.

- Pois então, quero continuar louco, Poliana... - ele fala. - Contanto que eu esteja ao seu lado, eu aceito ficar de qualquer jeito!

- Que número de camisa você usa amor?.

Intrigado ele responde.

- O que? Por que?

- Quero saber o número porque vou comprar um par de camisas de força. Uma pra ti e outra pra mim. Seu maluquinho lindo!. Polly cai na gargalhada.

Christian olha de soslaio pra ela.

- Uma camisa de força.... - ele finge refletir. - Eu sei um modo melhor do que camisa de força, amor.

- Não sei porque ainda faço essas perguntas, mas tenho que dizer né. - riu - O que o você sugere?

- Meus braços ao redor do seu corpo... - sussurra ele no ouvido dela

- Huumm.. O que mais?. Ela diz.

- Minha boca na sua... Minha boca em seu pescoço, minhas mãos em seu corpo, te tocando e te excitando... Te fazendo minha.

Poliana não sabia o que fazer ou dizer. Seu corpo estava reagindo aquele homem. O chamando cada vez mais pra si. Os sinais do desejo estavam estampados em seus rostos. Ela tinha suas convicções e jurou que não cairia tão facilmente.. Não de novo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://nevercansaygoodbyemj.forumeiros.com
Lia panny



Mensagens : 9
Scores : 9
Data de inscrição : 12/01/2013

MensagemAssunto: Re: Just Good Friends [+18] [Finalizada]   Sab Jan 12, 2013 9:05 am

caramba ein polly mais que tentação C45 ,kk,o namoro da tamires com o michael é lindo e muito fofo gostei dessa continua meninas happygirl mjpalmas
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Michael Eterno

avatar

Mensagens : 99
Scores : 159
Data de inscrição : 01/06/2012

MensagemAssunto: Re: Just Good Friends [+18] [Finalizada]   Qui Jan 17, 2013 10:21 am

O Michael já tá todo apressado com a Tamires. Coitada da garota. Ele deixou ela sem fôlego. A Poliana e esse Chris tão parecidos. Assim como o Michael e a Tamires, esses dois também são uns grudes. Tá muito boa a fic, garotas. Esperando a continuação.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bruna Raphaela

avatar

Mensagens : 13
Scores : 15
Data de inscrição : 06/01/2013
Idade : 19
Localização : Pidamonhangaba-SP

MensagemAssunto: Re: Just Good Friends [+18] [Finalizada]   Qui Jan 17, 2013 4:44 pm

Oi amores =))
Estive viajando estes dias aí não consegui ler,mas já voltei e aqui estou lendo a fic diva de voc~es ^-^

Que fofo este Christian #MULTIPLICAIPLEASE
E O Mike tbm ?? Não fica trás *-------*

Bem,ansiosa por maix ^-^

Beijo na testa
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Miss Jackson
Admin
avatar

Mensagens : 1328
Scores : 1883
Data de inscrição : 01/06/2012
Localização : Michael's House

MensagemAssunto: Re: Just Good Friends [+18] [Finalizada]   Sex Jan 18, 2013 10:45 am

Obrigada pelos comentários amores, girl789
Esse fogo ainda vai queimar muuuuito kkkkkk
AGUARDEM mjrindo

Bora ler mais fic??? RTT1
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://nevercansaygoodbyemj.forumeiros.com
Miss Jackson
Admin
avatar

Mensagens : 1328
Scores : 1883
Data de inscrição : 01/06/2012
Localização : Michael's House

MensagemAssunto: Re: Just Good Friends [+18] [Finalizada]   Sex Jan 18, 2013 10:48 am

Mais capítulos pra vocês amores... Esperamos que gostem :2127: Beijinhos... we love u all :2126:

Capítulo 23


- Óh Deus.. o que eu faço? - Ela olhou pra ele - Eu te quero tanto meu amor, mas... Não sei... Tenho medo... Ela diz envergonhada agora.

Christian a olha profundamente, agora.

- Medo... Medo de que, meu amor? - ele pergunta, fazendo carinho no rosto dela.

- Não sei Chris... Polly baixou o olhar, não conseguia encara-lo

Ele insiste.

- Baby.... Olhe pra mim. - ele põe a ponta de dos dedos no queixo dela, levantando-o. Ela o encarou. - Eu estou aqui, Polly, você pode me contar tudo... Tudo o que lhe aflige, tudo o que te dá medo. Sou seu namorado, estou aqui para te proteger e te ajudar. Conte pra mim, amor, do que tem medo?

- Podemos subir amor? Aqui não me sinto a vontade. Ela diz.

- Claro, baby.... - ele diz.

Polly assente com a cabeça e eles vão para o quarto dela. Christian senta na cama. Polly fecha a porta e senta ao seu lado. Ela respira fundo pega nas mãos dele e começa:

- Primeiro quero dizer que falar sobre isso ainda é muito difícil pra mim. Às vezes sinto como se tivesse acontecido ontem. Estou superando, mas acho que agora não consigo mais sozinha... - Os olhos dela enchem d'água nesse momento - Lembra que te falei do meu relacionamento do passado?

Christian assente que sim e ela continua.

- Então... O cara com quem quase me casei era um sonho. Eu era tão apaixonada por ele que não via mais nada a não ser ele. Tudo na minha vida girava em torno dele. Sentia que ele me amava também. Michael o conheceu. Ele fez amizade com Michael. Chegou a chama-lo de "irmãozinho". Eu jamais poderia imaginar passar o que passei Chris. Eu o amava tanto que fiquei cega. Um ano e meio depois Michael começou a ficar com o pé atrás ele. Mike com muita delicadeza me disse que as coisas estavam mudando e que James não era a mesma pessoa.

- Como assim ele não era mais a mesma pessoa? - pergunta Christian, sem entender.

- Ah ele não tinha mais a mesma paixão sabe. Eu não quis acreditar no Mike. Achei que era ciúmes bobo dele. Oh Deus me arrependo tanto de não ter dado ouvidos a ele. Bom, mas já pedi perdão a ele por isso. James começou a arrumar umas desculpas sempre que marcávamos algo pra fazer juntos. Eu achei que fosse por causa do trabalho dele, mas não era. Ele não me amava mais e a idiota não percebeu. Um dia tive uma conversa com ele. Perguntei se tinha algum problema, sabe. Ele falou que minha idéias não tinham nada a ver e que nada tinha mudado. Deixe pra lá e comecei a pensar que poderia amar pelos dois. Ai como eu fui idiota! Tenho ódio de mim por isso sabia. Mas o pior veio depois... Poliana trava e sua voz embarga na garanta.

Christian a interrompe.

- Hei, baby... Não fale isso, não sinta ódio de você mesma. Ele não merecia você e ele também não merece que você se sinta assim... - ele fala. - Se eu pegar esse cara... Ah, eu mato! - fala ele com raiva na voz.

- Mas eu tenho amor, como pude ser tão ingênua desse jeito? Eu me entreguei pra ele Chris. James foi meu.... Ela não consegue dizer.

Christian completa a frase.

- Foi o seu primeiro...? - ele pergunta, mais quase soa como uma afirmação.

- Sim... - Ela baixa a cabeça e lágrimas vêm como cachoeira - Ain Chris eu fui tão boba! Ele disse tantas coisas.... - suspirou forte e continuou- Confiei nele e era tudo mentira. Se eu pudesse dizer na cara dele que o odeio de todo o meu coração ficaria muito aliviada, mas não consigo. Ele me deixou um trauma.

Christian a abraça com força.

- Não, amor, não fique assim, por favor.... - ele diz. - Eu sinto tanto, baby, me desculpe, eu jamais poderia imaginar isso tudo... Me perdoe... - ele limpa suas lágrimas. - Você não foi boba, ele é quem foi um idiota por ter te tratado desse jeito. Mal sabe ele que ele perdeu a melhor garota que se pode existir, mas, preste atenção, baby:

Ele olha em seus olhos.

- No que depender de mim, você nunca mais sentirá nada parecido com o que ele lhe fez. Eu jamais faria uma coisa dessas, Polly, eu te amo demais, te amo de verdade. - ele beija sua testa. - Você é a mulher com quem eu quero me casar e ter filhos, com quero construir uma família, você é a mulher da minha vida.

Polly se agarra forte nele.

- Também te amo muito Chris. E desejo que nosso amor seja mais forte que tudo isso que passei. Pelo menos assim posso esquecer essa dor. - Ela olha nos olhos dele novamente - Mas a história não acabou.... Infelizmente ela piora. No dia do nosso aniversário de namoro decidi fazer uma surpresa e fui no apartamento dele. Eu tinha a chave de lá. Por já não me amar mais, ele fez questão de esquecer das datas especiais. Enfim, acabei pegando ele na cama com sua secretária.... E naquelas condições.

Christian fica chocado.

- Não acredito... - ele murmura.

- Sim... E ele ainda com a maior cara de pau perguntou o que eu fazia ali. Deus, o que eu fazia ali Chris, me fala? É, claro que eu tinha arruinado os planos dele com aquela vagab..... – Polly se segura - Me desculpe por dizer isso, mas aquela mulher era uma vadia.

- Com certeza ela era uma vadia, baby... - ele suspira. - Filho da puta, desgraçado... Se você soubesse a raiva que eu estou sentindo dele agora, Polly. Eu quero matá-lo.

- Fica calmo amor, não quero que fique assim! Já passou okay! Esse imbecil vai ter o que merece. - Ela tocou o rosto dele - O que mais me deu raiva Chris foi o cinismo dele. Eu fui fazer uma surpresa e fui vista como um estorvo.

- Shi... - Chris põe a ponta dos dedos na boca dela. - Não, baby, eu não quero que fique se lembrando disso, ok? Preste atenção: aquele infeliz, um dia, com certeza, vai receber em dobro tudo o que ele fez você passar e eu vou fazer de você a mulher mais feliz do mundo, todos os dias da minha vida, te prometo isso. - ele a beija com carinho.

Polly retribui o beijo emocionada. Uma lágrima ainda escorre do seu rosto, mas esta agora era de alegria. Enfim ela encontrara o homem que a faria verdadeiramente feliz.


Parte 9

Michael e Tamires dormiram boa parte do dia e quando acordaram era cinco da tarde. Michael desperta antes dela e fica observando sua linda garota dormir. Minutos depois Tamires acorda se mexe devagar ainda nos braços dele.

- Bom dia meu amor.... Michael fala sorrindo

Tamires olha pra ele e sorri.

- Bom dia... Que horas tem? - pergunta.

Michael olha no relógio ao lado da cama e responde.

- Agora são cinco horas amor... Você dormiu bem?. Ele disse tocando no rosto quentinho dela

- Melhor impossível. - ela fala beijando a mão dele. - E você?

- Estou ótimo, vi o despertar de um anjo!. Michael sorria pra ela.

Ela sorri envergonhada.

- Você e seus elogios!

- Claro meu amor, você merece todos eles! Pode ir se acostumando mocinha. Vamos levantar... Tomar um belo lanche e depois iremos lá fora. Quero te levar a um lugar especial.

- Hum... Mal posso esperar para conhecer esse lugar - ela fala sorrindo e se sentando na cama

- Você vai adorar querida! Vista uma roupa confortável e um tênis, teremos de caminhar, okay?

- Tudo bem. - ela olhando para - Mais, será que antes de irmos fazer tudo isso, eu posso ganhar um beijo? - pergunta ela.

- Claro princesa.. Seu pedido é uma ordem!.

Tamires olha pra ele, sorrindo então volta a se deitar, espera ficar bem ao lado dele e então o beija com amor, passando suas mãos no cabelo de Michael, enquanto sentia o gosto doce que tinha em sua boca. Michael segura o rosto de Tamires entrando a mão na nuca dela. Beija seus lábios com amor. Engraçado como os dois sorriam enquanto o beijo era dado. Estavam felizes e apaixonados.

Após muitos carinhos Michael sai e deixa ela se trocar. Ele vai até seu quarto e faz o mesmo. Descem de mãos dadas para a cozinha. Michael pede que preparem um delicioso lanche para comerem ali e outro para levarem. Isto desperta a curiosidade de Tamires, pois Michael ainda não tinha dito aonde iam.

- Você vai me contar para aonde vamos, ou vai me deixar corroendo de ansiedade? - pergunta ela, olhando pra ele e rindo.

- Princesa, não foi a toa que ganhei fama de mal. - arqueou a sobrancelha e sorriu - Não seja tão curiosa e confie em mim.... Ou será que a gatinha está com medo de uma aventura surpresa?

- Eu não sou mulher de sentir medo, Michael. - ela fala olhando pra ele desafiadoramente.

- Quero ver mesmo girl! Gosto de mulheres corajosas hein... Disse para provoca-la.

- Você não tem que gostar de "mulheres", sr. Jackson, você tem que gostar de só uma mulher: eu. - ela diz e logo depois ri.

Michael cai na gargalhada. Tamires pela primeira vez manifesta ciúmes em sua frente. Ele a pega pela cintura e cola seu rosto no dela.

- Nossa que gata brava! Adoro isso sabia?. Ele a encarou e mordeu os próprios lábios

- Você ainda não viu nada, baby. - ela diz sedutoramente.

- Ah é? Então vamos ver o que sabe fazer gata... - Michael sai de perto dela fecha a porta da cozinha e a tranca - Pronto. Agora você está presa comigo... Michael diz lançando um olhar voraz pra ela.

- E o que vai fazer comigo? - desafia ela.

- Não gata, sou eu quem faço as pergunto agora. O que você imagina que Michael Jackson faria com uma garota estando a sós em sua cozinha? Disse extremamente sedutor e atraente.

- Depende de como Michael Jackson está no momento... Se ele esta calmo, tímido, excitado ou muito, muito excitado... - ela diz

- Boa reflexão. - Ele aproxima mais dela - Como você acha que ele está agora.. hein?

- Eu diria que ele esta cheio de tesão... E com muita vontade de agarrar a namorada dele.

- E como a senhorita chegou esta conclusão?

- Os olhos dele me dizem isso e suas atitudes também.

- Huum... Sua resposta está correta gata.

Michael pega a cintura de Tamires e aperta enquanto seu corpo colava no dela. Ele toma os lábios dela de uma vez. Como podia ser delicado e selvagem ao mesmo tempo?. Tamires sente o coração disparar no peito.

- Agora eu posso dizer que você esta com muito mais tesão do que imaginei. - ela diz

Michael arfa no pescoço dela.

- Oh Girl... Você me deixa em chamas....

Tamires sorri e morde o lábio.

- Você também me enlouquece Michael - ela fala baixinho no ouvido dele, sentindo- beijar seu pescoço.

Ele encosta Tamires no balcão da pia e a beija com mais intensidade. Ela tenta respirar com dificuldade.

- Garota você me enlouquece...

Michael agora a coloca sobre a bancada de mármore. Ele geme... Ela arfa de desejo.

- Michael... Eu preciso tanto de você... - ela fala entre seus lábios

- Eu preciso mais amor... Veja como estou por sua causa... - Michael pressiona seu quadril na cintura dela. Tamires sente o desejo urgente dele - O que eu faço com você hein gata?

- O que quiser... - ela murmura, entregue.

- Eu quero você amor. Ele pressiona seu corpo no dela mais ainda.

- Também preciso de você, Mike... - ela fala sentindo-o tocar seus seios

Michael termina de beija-la e a olha nos olhos.

- O que faremos agora Tah? Estamos em chamas girl....

- O que você sugere? - pergunta ela

- Não quero lhe forçar a nada amor, mas.... Você sabe não é.... Ele ri sem jeito.

Ela ri.

- Hei, você ainda não me respondeu... O que sugere? - ela arqueia uma sobrancelha

- Ai Tah, eu preciso mesmo dizer? Acho que não preciso.... Ele disse mais tímido ainda e mordeu o lábio pela timidez

-Eu acho que deveríamos fazer o nosso passeio e lá voltamos nesse assunto... O que acha?

- Mas aonde vamos não dá pra..... Ele para de falar e fica vermelho como um tomate.

- Então, quando nós voltarmos... - ela sugere, sorrindo.

- Você tem certeza que quer fazer amor comigo? E ainda hoje?. Diz surpreso.

Ela fica tímida.

- Ah, Michael... - ela olha para suas pernas entrelaçadas em seu colo - Eu tenho certeza de que você é o cara certo, então... - ela dá de ombros e deixa a frase vaga no ar

Michael fica surpreso com a resposta dela.

- Oh boy, isso é sério amor? Se quiser podemos esperar mais um pouco. Não quero que se sinta forçada...

- Não estou me sentindo forçada - ela o tranquiliza - Eu tenho certeza de que quero fazer amor com você, Michael.

Michael sorri e dá um beijo amoroso nela.

- Farei com que seja a melhor noite de todas, minha garota linda!.

Tamires sorri.

- Tenho certeza de que será... - ela diz

Ele sorri.

- Preparada para o passeio?

- Sim, preparada e curiosa! - diz ela saindo de cima da bancada com a ajuda de Michael

- Então vamos!.

Michael pegou a cesta com frutas e alguns lanches e saiu de mãos dadas com Tamires. Ele escolhe um dos carrinhos elétricos e sai em direção as montanhas. Parando na base de uma delas ele estaciona e desce.

- Chegamos amor... Disse e ajudou Tamires a sair.

Tamires sai do carrinho e olha ao redor. Estavam no topo de uma montanha e a vista era espetacular. O cheiro da natureza entrava por seu nariz, fazendo-a se lembrar de sua infancia, quando ia para casa de campo de sua família. Aquela lembrança a fez sorrir.

- É lindo, Michael. - ela murmura, ainda observando a vista

- Lindo mesmo não é? Este é o meu refúgio.... Meu cantinho secreto. Seja bem vinda... Ele sorriu.

- Hum... Obrigada por me amostrar seu esconderijo, senhor Jackson. Mais tenha cuidado, quando você quiser se esconder de mim, já sei aonde te encontrar. - diz ela, com voz de sapeca

- Iiiih caramba, é mesmo! Agora vou ter que escolher outro lugar. - Brincando fingiu decepção - Vamos sentar ali.....

Michael e Tamires sentam próximos a beirada da montanha e ficam com as pernas soltas para fora.

- Você pode me responder uma pergunta amor?

- Claro...

- Porque você me chama de senhor?. Pergunta curioso.

- É que, quando eu quero brincar com uma pessoa, eu gosto de chamá-la de senhor ou senhora... - ela ri e da de ombros. - É um habito de infancia... - ela o olha curiosa. - Por que?

- Ah sim.... Não, não era nada, foi só curiosidade mesmo. - Sorriu - Que tal você ficar bem pertinho de mim agora?

Tamires sorriu e chegou mais para perto de Michael, sentando-se entre as pernas dele. Ele começou a beijar seu pescoço e sussurrou em seu ouvido:

- Eu te amo tanto linda... Não sei como vivi até sem você sabia...

Tamires entrelaçou suas mãos as dele e disse:

- Também não sei como consegui viver até hoje sem você, Michael... Ainda bem que você entrou na minha vida.

- Ownnn.... - ele a envolveu em seus braços e falou no ouvido dela - Então vamos combinar uma coisa... Ou melhor, façamos uma promessa. Eu Michael Joseph Jackson prometo nunca desgrudar de você e promete te fazer a mulher mais feliz e realizada deste mundo.

- Ok, Michael. E eu prometo que estarei com você em todos os momentos de sua vida, e que não deixarei nenhuma vadia chegar perto de você... - ela ri e continua - Prometo que nunca te deixarei, que sempre te amarei, até o último dia de minha vida.

- Peraí, vou ter que arrumar minha promessa.... - Tamires ri - Além do que já prometi, prometo não deixar que NENHUM imbecil se aproxime da minha garota! E prometo que passarei o resto dos meus dias ao lado dela.

- Hum... Pois então o senhor vai ter que ficar de olho mesmo, porque vários imbecis se aproximam de mim
Ela diz para provocá-lo.

- O que??? - Michael vira Tamires pra ele - Que história é essa dona Tamires?.

Michael olhou pra ela sem sorrisos.

- Ah, Mike, você sabe né, os caras do trabalho que vivem dando em cima de mim... O meu vizinho também... - ela fala para o provocar

Michael fecha o cenho.

- Não gostei de saber disso... Ele fica sério

Tamires não acredita no que vê. Michael estava bravo mesmo e por ciúmes. Ela tenta falar com ele. Tamires olha pra ele e sorri.

- Michael, eu só estava brincando. - ela ri. - Não existe "caras do trabalho", nem vizinho... Quer dizer, existia um vizinho, mais ele desistiu de dar em cima de mim e se mudou para outro lugar. - ela passa a mão no rosto dele - Eu só estou brincando...

- Que seja.... Mas não gosto da idéia de outros caras olhando pra você Tah. Você é linda e minha, só minha!. Falou ainda com cara de bravo.

Tamires revira os olhos.

- É claro que eu sou só sua... E eu não ligo para quem olha pra mim, Michael, já não lhe disse que a partir de agora eu vou me apresentar como Senhora Michael Jackson? Rapidinho eles vão parar de olhar pra mim. - ela fala, rindo

- Senhora o que?. Sorriu surpreso.

- Senhora Michael Jackson... - ela repete, tímida. - Ah, Michael, você sabe... Só estou brincando.

Ela fica vermelha.

- Ah que pena, pensei que queria isso de verdade..... Ele finge uma carinha carente.

- Eu quero... Mais não sei se você quer, então... - ela deixa a frase no ar e dá de ombros

- Como não quero? De onde você tirou isso amor? Esqueceu de nossa conversa lá na hospital?

Ela nega com a cabeça.

- Não... Mas talvez você tenha mudado de ideia...

- Ohh Meu Deus... Eu nunca mudaria de idéia amor. O que falei aquele dia disse do fundo do coração. Não sou louco de perdê-la de vista. Quero-te como minha mulher e como a mãe dos meus filhos!!.

Tamires sorri ainda mais tímida.


- Ain, Michael... Agora eu não sei o que dizer! - ela confessa.

- Não precisa dizer amor... Eu vejo nesses lindos olhos a resposta. E sabe o que mais? Vejo até nossos filhos dentro deles sabia? E são lindos como a mãe deles.

Tamires sorri, encantada e o abraça.

- Vou te contar um segredo... - ela fala - Meu sonho é ser mãe, eu amo crianças... Confesso que estou ansiosa para conhecer nossos filhos.

- Que maravilha amor! Isso me deixa muito feliz. Também amo crianças como você já sabe. Meu sonho é ter....

Tamires completa a frase.

- Onze filhos?

- Como você sabe? – ele pensa em segundos - Ain Deus que pergunta idiota - riu - Você é minha fã... Fãs sabem de tudo não é?.

Tamires ri alto.

- Mais isso quem me contou foi a Polly. - ela confessa

- Tinha que ser aquela linguaruda!! - Ele ria também - Deixa só, ela vai ver. Estou anotando tudo na minha lista... Rum!.

- Vai os segredos dela pra quem? Eu ja sei de todos... Sei mais do que você, até! - ela fala

- Ah é? Huuumm... Então tenho aqui uma fonte muito poderosa. Que tal você contar algumas pérolas dela hein?
Michael morde os lábios para seduzi-la e fazer com que Tamires soltasse os podres da amiga.

- O que? Michael, eu não posso fazer isso... - ela diz

- Ah gatinha... Fala vai.... Não custa nada amor.... Ele diz sedutor e começa a cheirar e beijar o pescoço dela.

Ela começa ficar arrepiada e excitada.

- Michael... Isso é golpe baixo! - ela murmura

- Que golpe amor? Não posso mais fazer carinhos em você?

Agora ele morde de leve a orelha dela e suga devagar.

- Pode... Mais eu não vou contar os segredos da Polly... - ela fala quase se deixando levar.

As mãos de Michael começou a passear por suas pernas.

- Você está muito tensa... Está precisando relaxar mais... Michael sussurra nos ouvido de Tamires.

Ele sobe a mão passando pela cintura dela e a coloca por dentro da blusinha branca dela. Michael acaricia a cintura dela.... Subindo mais um pouco chega ao seio. E tudo isso ele fez enquanto a beija nos lábios.

Tamires olha pra ele e observa sua expressão.

- Hei, Mike, o que houve?

- Nada... Deixa pra lá. Olha, se não quiser contar não conte. Um dia descubro sozinho.... - Ele respira fundo e fala - Só achei que confiava mais em mim...

Ele baixa a cabeça e começa a passar o dedo no chão como se desenhasse algo.

- Michael não fica assim... - ela olha pra ele com atenção. - Não é que eu não confie em você, é que a Polly é minha amiga, sabe, não seria legal contar os segredos dela.

- Mas não quero todos os segredos... só queria um né... Ele faz quase sem a voz sair e sem olhar pra ela

- Ela é sua melhor amiga, ela te conta os segredos dela, também... Olhe pra mim. - ela pede ele olha pra ela - Não fica assim, por favor.

- Sim, mas vocês são mulheres. As mulheres contam coisas... Eu sei disso, tenho irmãs. O que custa amor?. Ele faz um biquinho irresistível.

- Custa a confiança dela, Michael. - ela respira fundo - Ela confiou em mim, quando me conta seus segredos, nao posso quebrar a confiança dela, entende?

- Amor, Polly não vai perder a confiança em você, eu garanto! Conheço aquela garota a muito tempo. Pode ficar tranquila. E se ela disser algo tenho meios para faze-la mudar de ideia. Agora me conta vai... Por favor... Estou implorando amor.... Não tens pena de mim não?

- Mike... - ela suspira e ri - Confesso que estou com pena de você sim, menino ávido por informações! Promete que nao vai contar nada pra ela?

Michael abre um sorriso enorme.

- Prometo tudo o que você quiser e juro também.

- Hum... Um segredo da Polly - ela começou a pensar - Hum... Ela me disse que esta com vontade de fazer amor com o Chris.

- COMO É QUE É? Não amor repete porque eu não entendi... É piada?

- Não, Michael, estou falando a verdade... - ela disse. - Por que todo esse escândalo? - ela pergunta

- Não é escândalo, é choque! Como ela pode quer isso com ele? Não, ela não pode fazer isso. Não pode mesmo. Ele diz como um irmão mais velho e muito bravo.

- Por que não? Michael, Polly não é nenhuma criança! Ela tem todo o direito de fazer amor com o namorado dela. - diz Tamires, falando o lógico

- Porque ela é muito boa e esse cara vai engana-la. Já vi essa história uma vez e não quero que se repita. Polly sofreu demais por causa de idiotas que se aproveitaram dela.


- Eu sei o quanto a Polly sofreu, Michael, mas, por favor, não generalize! Christian não é igual a James! Eu jamais o deixaria se aproximar de Polly se corresse o risco de ele fazê-la sofrer! - ela diz

- Eu gostaria muito de acreditar nisso amor, mas só eu vi o quanto ela sofria. Passei noites com ela chorando.... Se perguntado por que das coisas serem assim. Era de cortar o coração. Não, amor... Não quero que ela sofra. Diga-me uma coisa, e seja muito sincera comigo... Porque confia tanto em Christian?

- Conheço Chris desde a adolescência... - ela suspira - Ele é como um irmão que eu nunca tive, Michael, ele é meu porto seguro e eu sou o dele... - ela sorri - Eu conheço ele, confio nele acima de tudo.

- E como vocês se conheceram?

- Na escola... Ele tinha dezoito anos e eu tinha quinze, estávamos no primeiro ano do ensino médio e ele estava atrasado na escola, porque ele ficou em um orfanato, depois que seus pais morreram. - ela faz uma pausa e continua

- Eu era representante da minha turma, então resolvi ajudá-lo com as matérias e quando vimos... Já estávamos inseparáveis, eu era a única pessoa em quem ele confiava e ele me protegia dos caras chatos da escola.

- Você é incrível mesmo garota. E quanto tempo ele passou nesse orfanato?

- Dez anos... Os pais dele morreu quando ele tinha oito anos.

- Huuumm.... Michael fica pensativo.

Tamires fica curiosa.

- O que foi?

- Estou aqui pensando....

- Posso saber sobre o que você esta pensando? - pergunta ela, curiosa.

Michael tenta entender o que Christian sofrera na infância.

- Pensando o quanto deve ser difícil crescer sem uma família. Por mais que a minha seja complicada e cheia de defeitos, não me imagino sem ela sabe. Ele diz sincero.


- Deve ser horrivel, não consigo me imaginar sem a minha família - ela diz - Mais Christian quer que os outros os vejam como uma fortaleza, por dentro ele é um menininho desesperado procurando paz e felicidade, Polly pode dar isso há ele. - Do mesmo jeito que ele pode curar o trauma que James fez Polly sofrer.

- Você pode ter razão amor. Já visitei muitos orfanatos e me recordo até hoje o que aquelas crianças partilharam comigo. Poliana é uma garota especial. Ela tem um dom que poucos tem... E isso pode dar certo com seu amigo. Me desculpe por falar assim, mas no caso dele prefiro pagar pra ver, amor.

- Isso já é um grande passo, para quem se dizia odiar o meu melhor amigo. - ela fala sorrindo

- O que quer dizer com isso amor?.

- Quero dizer que você esta quase mudando de ideia, em relação ao Chris. - ela faz carinho em seu rosto - você não sabe o quanto isso me deixa feliz.

- Não prometo morrer de amores por ele. Isto eu não faço. Mas por ti eu me controlo okay? Sabe, é bom demais esse sorriso lindo por algo que fiz bem a você. Ele também toca o rosto dela agora.

O sorriso dela aumenta.

- Ainda bem que sabe que você é a causa desse sorriso - ela diz - E é claro que você não vai morrer de amor por ele, é só por mim que você morre de amores.

- Você está muito engradinha... Deve ter aprendido com a nossa maluquinha. Por você, sempre morrerei de amor minha princesa.

- Isso é uma promessa? - pergunta ela

- Sim, a maior de todas!.Diz e sorri lindamente.

Tamirees sorri e o beija com amor.

Depois do beijo Michael sugere que voltem para casa. A montanha era seu lugar favorito, mas descer ali a noite não era seguro. Montanhas são montanhas, e isso não mudaria só porque estavam em Neverland. A cesta de lanches nem foi tocada. A conversa deles foi muito válida para se conhecerem melhor.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://nevercansaygoodbyemj.forumeiros.com
Miss Jackson
Admin
avatar

Mensagens : 1328
Scores : 1883
Data de inscrição : 01/06/2012
Localização : Michael's House

MensagemAssunto: Re: Just Good Friends [+18] [Finalizada]   Sex Jan 18, 2013 10:49 am

Este capítulo é babado hein pessoal 52486 Cuidado para não infartar rsrs mjrindo

Capítulo 24


Michael e Tamires chegam a casa principal, conversando amenidades; o assunto Christian já estava completamente esquecido. Deixaram a cesta de lanche na cozinha e subiram as escadas, indo para o quarto.

- Vou tomar um banho, ta? - fala Tamires, despreocupada, tirando sua camiseta

- Tudo bem amor.... - ele a observa - Mas acho que vai precisar de ajuda... Sabe como é né.... Casa diferente... Chuveiro diferente - Ele a abraça por trás - Se quiser posso ser muito útil?.

Tamires morde o lábio, sentindo as mãos de Michael acariciar sua barriga nua.

- Sua ajuda é muito bem vinda... - diz ela.

- Então não vamos perder tempo.. Vem... Ele diz.

Michael pega Tamires pela mão e leva para o banheiro. O ambiente era lindo e tinha uma vista para o jardim onde a banheira ficava. Tamires se encanta com o bom gosto de Michael. Tudo era muito mais do que ela já tivesse imaginado.

- Gostou da decoração amor?. Ele diz vendo o olhar de vislumbre dela.

- Gostei muito Mike. É lindo demais. Você tem muito bom gosto.

- Obrigado linda.

Tamires pega no cós da calça e Michael a impede.

- Não, não gatinha. Eu faço isso pra você. Eu não disse que te ajudaria?. Ele diz elevando uma das sobrancelhas.

- Preciso de ajuda para tirar a roupa? - ela olha pra ele. - Hum... Interessante, nunca precisei desse tipo de ajuda antes, a não ser quando eu era criança... - ela fala, fingindo refletir

Michael liga o chuveiro e volta a atenção pra ela.

- Precisa sim amor. Você está certa, quando criança precisamos de ajuda para isto. Mas minha intenção com você e outra baby, Você não tem que fazer nada... Deixe comigo.

- Então vou confiar em você, senhor Jackson.

Ele sorriu e começou a beijar Tamires.

Michael passa as mãos dele sobre as costas dela e desce para o bumbum. Acaricia lentamente com leves apertos. Ele devagar desce os beijos pelo corpo de Tamires. Passa pelo tronco... Barriga e ventre... Neste ela já começa a arfar. Michael abre o botão da calça de Tamires e enquanto tirava dava beijos em suas coxas e pernas.

- Sua lingerie é tão sexy amor.... Ele diz enquanto tocava nela.

Tamires geme baixinho.

- É pra você... - ela diz olhando pra ele.

- Huum, se é pra mim então vou tirar e guardar de lembrança.. Falou travesso e mordeu os lábios

Tamires riu, se lembrando de um antigo desejo.

- Mais essa ta usada, Michael, depois eu te dou uma limpa - ela diz

- Não não... Quero esta! Essa lingerie marca nosso momento especial, amor. Soube que você também deseja algo meu... Ele deixa a frase solta.

Tamires morde o lábio, contendo uma risada.

- Eu? O que a Polly inventou de mim, agora?

- Sim, a senhorita sim. Ela não inventou nada. Oh boy, que valor teria uma cueca minha? Fiquei muito curioso sabia?. Sorriu.

- Deve valer milhões... - ela diz. - Mais pra mim tem um valor sentimental, sabe... Por que é a cueca do meu ídolo, que agora é o meu namorado...

- Milhões? Nossa! - ele se surpreendeu – E Você tem valor sentimental por minhas cuecas? Aaah amor, que lindo! Agora você pode ter todas as peças que quiser viu, e só pra você saber... Ah de hoje é branca tá. Ele pisca e dá um sorriso safado.

- Hum... Bom saber - ela morde o lábio - É essa mesmo que eu quero.

- Sério? – ele ri - Então depois pego uma na gaveta pra você tenho muitas dessa cor.

- Depois tenho que visitar o seu armário, então... - ela diz

- Visite sempre que quiser amor. - ele sorri - E que tal continuar o que paramos?

- Uma ótima ideia. - ela fala, sorrindo

Michael abraça Tamires e abre o fecho sutiã. Ele tira e deixar cair. Seus lábios beijam os dela com amor.... Seguem para o pescoço e descem até o colo. Michael retira sua roupa e fica só de cueca. Era uma linda box branca. Tamires sente o ar fugir no mesmo instante.

- O que foi amor?. Michael disse fingindo não saber o que ela tinha.

- Você esta muito sexy desse jeito... - ela diz e passa a ponta do dedo na cueca dele, que mal continha sua ereção.

Michael respira fundo.

- Cuidado gatinha... Desse jeito posso não me controlar até o chuveiro. Falou com a voz rouca desejo.

- Pra que o controle? - ela tinha uma nota de sedução na voz

- Pra poder aproveitar cada pedacinho da minha namorada gostosinha...

Tamires sorri diante há resposta dele.

- Acho que eu arrumei namorado muito safado! - ela diz. - E isso é muito bom.

- Você acha? Então espere só até irmos para o chuveiro... - ele sorri - Vem amor... Vou te mostrar o que é ser Dirty de verdade.

Michael a toma pela mão e entram no box de vidro já embaçado pelo vapor quente. Eles ficam um pouco debaixo d'água. Michael passa a mão nos cabelos dela e os tira do rosto para beija-la. Tamires abraça a cintura dele e depois começa a beijar-lhe o pescoço e o peito. Ele geme baixinho. Michael encosta Tamires na parede de vidro... Acaricia seu corpo e deixa linhas de beijos por onde passa. Com delicadeza ele tira a calcinha dela deixando-a cair no chão. Tamires não se faz de rogada e repete a ação. Do jeito que nasceram os dois se abraçam apertado.

- E será um prazer ser toda sua, Michael... Aliás, eu sou sua, para sempre. - ela sussurra em seu ouvido

- Que bom ouvir isso! Garanto a você que nosso prazer será mútuo meu amor. - Ele pega o vidro de sabonete líquido coloca um pouco na palma das mãos. - Vire-se de costas pra mim... – ele diz e Tamires vira. Michael esfrega de leve uma mão na outra e depois passa o produto nas costas dela. Suas mãos alisam o corpo dela e quando chega aos ombros ele faz uma deliciosa massagem.

- Está gostando do banho amor?. Ele diz.

- Muito... - ela murmura, completamente relaxada - Esse seu talento de massagista é todo e exclusivamente meu, ouviu bem, senhor Jackson?

Michael sorri.

- Tudo bem amor, vou ser seu massagista particular okay?

- Okay... - ela responde, sentindo as mãos dele descer por suas costas

Michael continua a massagem pelo resto do corpo dela. Braços, tronco, coxas e pernas. Tamires sente o corpo leve. Depois disso ele pega mais do sabonete e começa a passar no próprio corpo. Ela ao ver o impede....

- Hei... Agora é a minha vez! - ela fala.

Tamires pega o sabonete e põe um pouco em suas mãos, esfregando-as até fazer espuma. Mordendo os lábios, ela começa a passar as mãos pelo tronco de Michael, descendo até o final de sua barriga e voltando, logo depois passando por seus braços.

Michael suspira e diz:

- Que delicia amor, você também tem muito talento com massagens! Não pare, por favor...

Tamires sorri e volta suas mãos para barriga dele, desce ate as pernas e sobe, passando pela virilha, quase chegando em seu membro.

- Uau gatinha, calma aí... Vai devagar.... Ele sorri.

- Desculpa... - ela diz, envergonhada e recolhe as mãos, colocando-as atrás de seu corpo.

- Quem disse pra parar amor? Não fica assim... Só pedi pra ir mais devagar. Você linda e gostosa assim me tocando... Oh Boy, não sou de ferro baby. Disse e sorriu lindamente.

- Agora eu não consigo mais... - ela murmura sorrindo tímida.

- Ah amor me perdoa, please! Droga, porque fui abrir minha boca?. Me desculpa mesmo tá amor. Agora só por isso vou fazer com que tenha vontade de me tocar de novo.

- O que vai fazer comigo? - pergunta ela, curiosa.

Ele não responde e a beija com fervor e sedução. Suas mãos passeiam pelo corpo dela de forma diferente. Era mais ousado e tentador. Toca seus seios e os beija. Volta aos lábios e desce sua mão até a intimidade dela.
Lentamente ele movimenta sua mão. Tamires sente o coração acelerar. Michael não pára de beija-la. Não queria ouvi-la agora. O único som de sua boca agora eram gemidos abafados. Ele pressiona o corpo dela contra a parede. Ela sente o quão excitado ele estava. Michael volta a acaricia-la como antes. Tamires estava perdendo o sentido por causa daquele carinho e sua excitação era tão óbvia quanto à dele. Sem ar ela o faz parar e diz:

- Faz amor comigo, Michael, por favor...

- Faço sim minha princesa.... E será agora...

Michael desliga o chuveiro e leva Tamires para o quarto. A deita na cama e deita sobre ela. Beijos afoitos são dados por ambos. Não podiam esperar mais. Ela abre as pernas permitindo que o corpo de Michael se encaixasse no seu. Ele tende a pressionar seu sexo no dela para provoca-la mais um pouco. Gemendo ela pede que ele a ame de uma vez.

- Michael... Por favor, amor... - ela geme baixinho

- Você me quer amor?. Ele diz sedutor.

- Quero muito... - ela sussurra

- Seu pedido é uma ordem minha princesa!.

Michael diz e a invade com delicadeza. Tamires respira fundo e puxa ele para um beijo. Michael é muito gentil nas investidas. O desejo aumenta a temperatura. O prazer é partilhado. Ele ergue um pouco uma das pernas dela para ir mais afundo. Tamires para de respirar por alguns segundos. Ele continuava sua dança do amor.

- Ah meu amor... Você me faz tão feliz. Ele arfar no ouvido dela.

- Mike... - ela geme - Você é quem faz com que eu me sinta a mulher mais feliz e desejada de todo o mundo.

- E eu sou o homem de mais sorte nessa terra, minha linda Tamires. Você é minha...

- Só sua... - ela sussurra.

As palavras ditas dão um incentivo a mais no prazer. Michael aumenta os movimentos. Ela o olhou nos olhos e sorriu, ele também sorri. Os gemidos, aspirações e expirações ficam mais sincronizados. Tamires comprimia seu corpo por dentro e Michael percebe que ela não esperaria muito. Ele também não tinha mais resistência...

- Mike... - ela geme alto

Então ele continua mais um pouco e quando ela começa a sente a aura do paraíso ele explode em seguida. Ofegante... O casal procura recuperar os sentidos. Michael deita sobre o peito dela para descansar e Tamires mexe em seu cabelo enquanto faz carinhos em sua cabeça.

Tamires respira fundo e Michael olha pra ela. Ela sorri pra ele e ele diz:

- Eu te amo muito sabia?.

- Eu te amo mais. - ela sussurra e o beija

- Hey, essa frase é minha... rum!. Finge ficar bravo e depois sorri.

- Agora é nossa! - ela fala, rindo

- Olha que posso cobrar por isso, ouviu? Tenho direitos sobre essa fala.

- Ah é? E qual seria a minha forma de pagamento?

- Huum... É um preço muito alto amor, sinto dizer, mas terá que ficar presa nessa cama até negociarmos o que fazer. Falando nisso, o que você pode me oferecer para o débito da dívida?

- O que você tem em mente? Talvez, se você tiver alguma ideia, podemos segui-la...

- Tenho muitas e a primeiras delas é você vir morar comigo, que tal?

- Vir morar com você? - ela repete, surpresa

- Sim, você é minha namorada... Acabamos de fazer amor.... Humm, o que tem de errado?

- Talvez esteja muito cedo... - ela fala

Michael estranha a resposta dela.

- Cedo? Porque?. Ele saiu de cima dela e deita a seu lado sem deixar de olha-la.

- Cedo sim, Mike... O meu pai, ele não vai gostar dessa história de eu vim morar com você, ele é muito conservador, sabe? Talvez devêssemos esperar um pouco e então possamos pensar nesse assunto...

Michael reflete as palavras dela por um momento e diz.

- Tem razão amor, ainda é cedo. Seus pais mal me conhecem não é? Vamos deixar assim como está por enquanto. Mais só por enquanto, ouviu mocinha? Não vejo a hora de ter você andando comigo nessa casa. Ele sorri.

- Só andando, é? - ela pergunta, arqueando uma sobrancelha.

- Sim, andando para o quarto, huumm... Ele brinca com as sobrancelhas e ri.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://nevercansaygoodbyemj.forumeiros.com
Miss Jackson
Admin
avatar

Mensagens : 1328
Scores : 1883
Data de inscrição : 01/06/2012
Localização : Michael's House

MensagemAssunto: Re: Just Good Friends [+18] [Finalizada]   Qua Jan 23, 2013 3:21 pm

Capítulo 25


Logo após conversarem e se conhecerem um pouco mais, Polly decidi fazer um jantar, enquanto Christian toma banho. Uma hora depois o jantar ficou pronto. Eles comeram, escutando Frank Sinatra e conversando. Logo depois, Polly deu a ideia de se sentarem em frente a lareira e terminarem a segunda garrafa de vinho tinto que bebiam.

A lareira estava acesa, aquecendo ainda mais a noite do casal, e o vinho que bebiam estavam deixando o ambiente ainda mais agradável.

Christian e Polly estavam sentados no chão, em meio às almofadas, e conversavam animadamente.

- Está melhor? - Christian pergunta, beijando o pescoço dela.

- Estou sim amor, graças a você e esse vinho maravilhoso. Disse e ergueu a taça em sua mão.

- Mais a mim do que ao vinho, pode falar. - ele fala com um sorriso maroto nos lábios

- Huuum... Você é muito metido garoto. Acho que o vinho está fazendo efeito hein...

- Talvez... - ele sussurra em seu ouvido e morde o lóbulo.

Christian começa a beijar o pescoço do colo, indo até atrás da orelha e depois voltando, como ela estava sentada no meio de suas pernas, o acesso ao pescoço dela era mais fácil, e ele sabia o quanto Polly gostava de ser beijada ali.

- Já disse que você esta muito cheirosa hoje? - pergunta ele, baixinho, em seu ouvido.

- Já, mas eu adoraria ouvir de novo...

- Você está muito cheirosa... - ele fala, pondo sua mão dentro da blusa dela, devagar. - Muito gostosa, e é toda minha.

Christian começa a beijá-la devagar, subindo um pouco a camiseta dela e tocando em seus seios. Polly geme em sua boca.

- Você gosta disso, amor? - ele pergunta tocando ainda mais seus seios.

- Gosto muito amor. Ela responde com um fio de voz.

Polly o beijou de leve. Ele puxa mais a blusa dela pra cima, e tira sua camiseta, deixando-a com o sutiã vermelho de renda.

- Hum... Você fica linda de vermelho... - ele diz, passando a ponta dos dedos bojo do sutiã dela.

- Obrigada. Vermelho é minha cor favorita sabia?

Ele arqueia uma sobrancelha e olha pra ela sedutoramente.

- Bom saber...

Ele olha pra ela e beija seu ombro direito, fazendo a alça de seu sutiã cair, enquanto sua mão abaixava a alça do sutiã esquerdo.

Seus beijos subiram por seu ombro até parar em seu ouvido.

- Faz amor comigo...? - ele perguntou

Polly sente seu coração pular no peito. Um frio interno a faz arrepiar e as borboletas chegam a borbulhar em sua barriga.

- Não sei amor.... Ainda não estou pronta. Disse tentando recuperar o sentido que; o vinho somado aos carinhos de Christian havia lhe tirado.

- Ah baby... Eu quero tanto você e eu sei que você também me quer... - ele diz, fazendo carinhos em sua barriga, quase chegando a sua intimidade.

Polly fecha os olhos e sente o desejo lhe tomar, mas um fio de sanidade ainda estava ali.

- Oh Chris... Eu te quero como nunca quis ninguém antes... Mas o que passei...

Christian a interrompe.

- Baby, olhe pra mim - ele pega o rosto dela entre as mãos e a olha em seus olhos - Eu jamais faria com você o que ele fez. - ele faz carinho em seu rosto - Me deixe lhe provar isso, me deixe te dar amor de verdade, por favor.

Poliana olha dentro dos olhos dele e vê a verdade estampada ali. E ela abre um sorriso.

- Sinto que fala de coração Chris. Então que o amor seja nosso guia essa noite... - ele sussurra no ouvido dele - Me ame meu amor...

Ele sorri.

- Pode ter certeza, meu amor, vai ser a melhor noite de nossas vidas.

Christian chega seu rosto perto do dela e a beija com paixão, mostrando a ela todo o amor que tinha para lhe dar. Suas mãos voltam para a barriga dela e ele desabotoa sua calça. Polly se levanta um pouco e tira sua calça, deixando-a agora só conjunto de lingerie vermelha de renda.

- Você realmente fica linda de vermelho - ele sussurra.

Christian empurra Polly, delicadamente, fazendo-a se deitar nas almofadas.

- Você acha mesmo?. Polly arfa mordendo o lábio inferior.

Devagar ele se põe em cima dela e a beija de leve, deixando seus lábios descerem por seu maxilar, pescoço e chegar ao colo. Devagar ele abriu o fecho da frente do sutiã, tirando-o e jogando em qualquer lugar. Ele contemplou o corpo da mulher a sua frente, o corpo da sua amada.

Ele beijou seu colo, acima dos seios e sussurrou.

- Tão linda.... E só minha. - disse ele. - Eu te amo.

Lentamente seus lábios desceram indo em direção ao seu seio esquerdo e beijando com doçura, fazendo Polly gemer. Ele repetiu o mesmo gesto no seio direito, tal qual um mestre.

Polly pôs a mão na barra da camiseta de Christian e a puxou para cima.

Ao tirar-lhe a camiseta Polly beijou os lábios de Christian puxando o rosto dele pra si. Ela pede que ele deite no lugar dela. Chris deita e Polly fica em cima dele. Começa a beijar sua boca... Passa para o pescoço. Suas mãos seguravam a nuca dele e depois escorregam para o peito.

- Ah baby... - ele geme.

Polly distribui beijos naquele tronco lindo e definido. Quando Chris geme ela olha pra ele mordendo os lábios e continua. Desce os beijos até a barriga dele. Christian acaricia os cabelos dela. Polly faz o caminho de volta ainda pelo corpo dele, mas agora só tocando-o de leve com os lábios.

- Tão lindo... E só meu... - ela repete o que ele diz - Amo-te muito mais meu amor.

Ele sorri.

- Okay, mocinha, eu deixo você roubar minhas frases... - diz ele. Christian volta a beija-la e pressiona seu corpo contra o dela, mostrando a ela o quanto ele a desejava - Sinta o que faz comigo. - ele sussurrou entre seus lábios.

- Você também mexe comigo amor...

Polly mexe seu quadril e pressiona sua intimidade contra a dele.

Christian geme.

- Eu preciso tanto de você, amor... Ele diz.

Christian põe as mãos nas laterais da calcinha de Polly e a puxou. Segundos depois, Polly estava nua a sua frente. Aquela visão o fez arfar. Ele deixou a ponta de seus dedos irem para o pescoço de Polly e descer, passando por seus seios, barriga, baixo ventre e chegando em sua intimidade. Ele a tocou e viu o quanto ela estava molhada; o quanto ela estava pronta pra ele.

Polly morde os lábios e geme.

- Ohh Chris... Eu te quero...

- Também te quero baby... - ele sussurrou.

Polly desabotoou a calça de Christian e a tirou junto com a box preta que ele usava. Vê-lo completamente nu a sua frente à fez perder o ar.
Christian abriu as pernas de Polly e se acomodou no meio delas. Polly sentir o penis dele em sua intimidade.

- Eu amo você. - disse ele.

E então, com carinho e cuidado, Christian entrou em Polly, indo bem fundo, levando-a ao céu.

Polly gemeu alto.

Ele a beijou e começou a aumentar os movimentos. O prazer atingia os níveis mais altos, nunca haviam sentido algo como aquilo. Os gemidos se misturavam, e a sala já estava a pegar fogo. O sangue corria mais rápido nas veias e então o prazer explodiu.

Christian saiu de cima de Polly se deitando ao seu lado e a puxando para se deitar em seu peito. Ele olhou pra ela e sorriu, passou a mão em seu rosto e a beijou.

- Eu amo você... Amo muito você, minha Polly. - ele diz, baixinho, bem perto do rosto dela.

- Também te amo muito, muito meu lindo Chris.

Eles ficam ali abraçados por um tempo sem dizer nada. Apenas curtiam o momento. Minutos depois Polly quebra o silêncio

- Amor...

- Sim... - ele responde, olhando pra ela.

- Obrigada por isso que vivemos hoje. Foi muito especial e não tenho palavras que expliquem como meu coração está feliz e aliviado por ter encontrado alguém como você. Obrigada pelo carinho, pelas palavras, por tudo que você faz por mim... Ela sorri pra ele e seus olhos já ameaçavam lagrimar.

- Ah baby... - ele murmura com a voz embargada. - Eu não fiz nada que não tenha feito por mim. Também não tenho palavras para expressar tudo o que sinto, só tenho que te agradecer. - ele a abraça - Obrigado por ter entrado na minha vida.

- Obrigada.. Você, meu lindo!. Ela o abraça bem apertado.

Ele beija a sua testa com carinho e faz cafuné em seus cabelos. Assim, eles acabam adormecendo, em meio aquele clima de amor.

Em Neverland....

Michael e Tamires depois do amor tomam banho se arrumam para o jantar. Michael pensa que Poliana chegaria para o jantar e espera. Depois de uma hora ele liga na casa dela, mas ninguém atende. Ele estranha e liga no celular, e o mesmo também não foi atendido. Ele volta para a sala e comenta com Tamires sobre o acontecido. Tamires o tranquiliza dizendo que Polly está bem e que logo chegaria, pois só devia estar atrasada.

Eles esperam por mais uma hora e nada. Michael tenta mais uma última vez, porém não teve sucesso. Eles então decidem jantar sem a amiga. A refeição estava muito saborosa e Tamires adorou. Após o jantar assistiram a um bom e antigo clássico de Charles Chaplin. Riram a beça com este mestre da arte e durante o filme comentavam o quão ele era especial e importante para o cinema e para todos os artistas. Quando o filme terminou Michael - o Rei – levou sua linda donzela para dormir em seus aposentos. Dormiram abraçados e com um sorriso dançando nos lábios.

Na casa de Polly ainda de madrugada Christian acorda e vê sua amada dormindo. Ele sorri.

- Tão linda.... Parece uma menina dormindo. Ele diz acariciando a cabeça dela.

Christian levanta veste sua Box preta e volta para perto da namorada. A pos nos braços e levou-a ainda dormindo para o quarto. Após coloca-la na cama deitou a seu lado.

Na manhã seguinte Polly desperta com um sorriso leve nos lábios. Ao erguer-se e sentar na cama sentiu a cabeça sensível por causa do vinho e logo põe a mão sobre ela. Olhou ao redor e viu que não estava mais no chão da sala e Christian não estava ali. Estranha a falta dele ali. Será que havia ido embora? Afinal, era segunda feira, dia de trabalho. Ela encolhe as pernas e se encosta sobre os joelhos, pensativa.

Minutos depois ela ouve passos. Era Christian, e este entrou no quarto com uma bandeja nas mãos. Poliana abre um belo sorriso ao vê-lo e arruma o cabelo em desalinho.

- Pensei que tinha ido.... Ela diz.

Christian sorri e caminha com a bandeja em mãos, e a coloca em cima da cama, perto de Polly.

- Está pensando que vai se livrar de mim tão fácil assim, mocinha? - ele sorri e a beija com carinho. - Bom dia, baby.

- Bom dia amor!! Eu nunca me livraria de você! Acho mais fácil isso acontecer ao contrário - ela sorri - E esta bandeja ai hein?. Disse curiosa.

Ele olha pra bandeja e depois pra ela, passando as mãos pelos cabelos.

- Bem... Eu tentei fazer um café da manha... Espero que goste.

- Awnn que lindo, obrigada amor. Deixe-me ver o que temos.... - havia frutas alguns pães, suco e deliciosa omelete que Polly havia lhe ensinado a fazer - Omg Chris, você fez a omelete sozinho? . Ela diz sorrindo.

- Eu tentei fazer - ele fala, rindo.

- Ahh vou provar agora mesmo... – Disse animada. Polly pega os talheres e prova um pedaço mastigando devagar e sentindo o sabor - Hmmm, está ótimo!!. Você não precisa mais de mim na cozinha amor.

Ele ri alto.

- Não exagere baby... É só uma omelete!

- Não senhor, não é qualquer omelete, é a omelete do meu amor. Ela sorri ao dizer.

- Que foi feita especialmente pra você! - ele diz e dá um selinho nela.

- Você não existe sabia? Te amo baby. E você, não vai tomar café? Tem muita coisa aqui...

- Apesar de você estar roubando a minha expressão... - ele ri - Eu te amo ainda mais, sua bobinha... Claro que vou, só espero que não tenha feito o resto do café todo errado.

- Olha quem fala de roubo? Você acabou de roubar a minha expressão, seu espertinho. - ela ri – Fica tranquilo, você não errou em nada amor, está tudo ótimo. Polly disse tomando mais um gole de suco de laranja.

- Acho que, desde o momento em que estamos juntos é tudo nosso, então ninguém roubou nada de ninguém, certo? - ele pergunta, comendo um pedaço da omelete.

- Certo!. - sorriu - E me diga uma coisa... Você vai trabalhar hoje?

- Sim... Tenho que ir daqui a pouco... E você?

- Hmmm... Porque você tem de ir? . Ela fez um biquinho triste.

- Ah baby... - ele a abraçou. - Não posso faltar... Não hoje. Mais prometo te ligar de cinco em cinco minutos, tudo bem?

- Não é a mesma coisa... Fica vai... Só hoje.... Diz manhosa

- Se eu pudesse eu ficava amor, mas eu não posso...

- E se eu te prender nessa cama e não te deixar mais sair? Olha que tenho meios infalíveis hein.... Ela arqueou uma sobrancelha.

- Eu adoraria conhecer esse seu lado sra. Grey. - ele diz sedutor.

- É, poderia conhecer sim, mas você não quer....

Polly revira os olhos e se faz de desentendida só para provoca-lo.

- Eu quero muito, baby, mas hoje ainda tenho uma reunião super importante e cansativa - ele revira os olhos - Mais, quando eu chegar a senhora não me escapa, ouviu bem?

Polly levanta com a bandeja nas mãos e coloca na mesinha do canto. Na volta ela empurra Christian de leve na cama o faz deitar. Em seguida ela deita por cima dele e segura seus braços no alto da cabeça.

- Cansei de ser boazinha! Agora você vai ficar e pronto! E ai do senhor se ousar sair daqui, ouviu?. Disse firme e com um sorriso mau nos lábios.

- Hum... Que menina brava... O que vai fazer comigo, hein? - pergunta ele

- Não sei, mas daqui ninguém sai. Ela diz.

Polly joga os cabelos de lado e começa a beija-lo como se o mundo fosse acabar. Após deixa-lo sem ar perguntou:

- Ainda deseja sair desta cama Senhor Grey?

- Não baby... Com certeza não. - ele murmura com o desejo na voz

- Hum... Então o que o senhor deseja?. Disse sedutora.

- Desejo tudo o que você possa me dar.

Ela sorriu sedutora

- E o que eu poderia lhe dar de melhor?.

- Seus lábios nos meus... Seus beijos em meu corpo. Seus gemidos enquanto eu te faço minha, enquanto eu te amo.

Polly engole seco essa declaração, fica sem jeito e começa a rir toda tímida.

- Aiin amor não dá, parei, não dá. Você é muito sedutor e ganha todas. Ela diz escondendo a face no pescoço dele.

- Ah não baby.... - ele sorri e pega seu rosto entre as mãos, fazendo com que ela olhe pra ele - Não fique assim, eu estava adorando a Polly sexy.

Tímida ela sorria.

- Eu sei, mas essa droga de timidez atrapalha amor. Me ajuda vai... Diz manhosa.

Christian olha pra ela, sorrindo, inverte as posições. Agora, Polly estava deitada na cama e ele estava em cima dela.

- Hum... Então você quer que eu te ajude? - pergunta ele, beijando seu pescoço. - Eu gosto de ajudar mocinhas gostosas e tímidas, sabia? - ele pergunta. - Acho que você pediu ajuda para o cara certo.

- Ainnn, falando assim deu até um medinho amor... Riu tímida.

Ele franzi o cenho.

- Está com medo de mim, baby?

- Não, mas eu deveria?. Brincou.

- Você sabe que não... - ele diz, sorrindo. - Eu amo você, não quero que sinta medo de mim, jamais.

- Awnnn... Tudo bem amor, também te amo muito e pode ficar tranquilo, eu estava apenas brincando. – sorriu - Com você a meu lado sou a mulher mais segura do mundo. Sou tão segura que até minha timidez às vezes desaparece. E isto é proesa tua mocinho. Ela disse tocando no nariz dele.

- Eu gosto do perigo, baby.

Polly sorriu; ele sempre tinha uma resposta na ponta da língua.

- Você é sempre assim Christian Grey?.

- Assim como? - ele a olhou. - Sexy e irresistível?

- Também seu metido. - sorriu - mas me refiro a você ter sempre uma resposta pronta pra tudo. Já falei que você lê pensamentos. Oh God, Estou sendo ludibriada por um conquistador!.

- Ah baby, ler pensamentos é uma das minhas maiores qualidades! - ele diz - E eu sei exatamente no que você esta pensando agora.

- Ah é, senhor adivinho! Então diga-me o que estou pensando?. Ela desafiou.

- Você está pensando "Ah, Chris, me ame logo, por favor. Foda-se os caras importantes e a sua empresa, fica comigo!" - ele disse, imitando a voz dela. - Acertei?

Polly dá uma gargalhada alta.

- Você é louco Chris! E o seu radar está muito bom... Posso dizer que você acertou sim o que pensei. Ela sorriu.

- Eu sou demais, baby. - ele ri - E estou pensando seriamente em acatar a sua vontade, o que acha?

- Você ainda está pensando honey? Confesso que adoro quando me obedecem, sabia?.

Ele arquea uma sobrancelha.

- Hum... Bom saber que gosta de dominar a relação, sra. Grey. - ele diz, rindo.

Christian deixou seus lábios passearem pelo pescoço dela, indo em direção aos seus seios descobertos. Christian chega aos seios de Polly e deixa seus lábios brincarem por ali. Beijando e sugando, fazendo Polly arfar de prazer. Ela segura os cabelos dele firme sem machuca-lo. Polly puxa-o pra ela.

- Me beija amor...

Christian, com sorriso safado em seus lábios, a beija com ardor, deixando sua mão ir em direção a intimidade dela. Polly se agarra mais a Christian e passa de leve as unhas nas costas dele. Chris gemeu nos lábios dela.

- Ah baby... Eu te quero tanto. - ele diz.

Polly solta um gemido alto quando sente os dedos de Christian se mexer com rapidez em seu sexo.

- Ah Chris... - Gemeu. Ela respira fundo e diz - E o seu trabalho? Não quero te atrapalhar amor.

- Esqueça-o baby... - ele disse. Christian beijou o pescoço dela e foi em direção ao seu ouvido. - Você me quer amor? - sussurra ele.

- Quero muito.... Ela arfou as palavras.

Christian mordeu o lóbulo da orelha de Polly e foi em direção a sua boca. Lhe beijou e então entrou nela de uma só vez, levando ao céu.

- Ah como amo fazer amor com você, baby. - ele diz, beijando-a

- Eu amo mais amor; e amo mais saber que pensa assim. – ela segura o rosto dele entre suas mãos e fita seus lindos olhos azuis – Eu te amo tanto, tanto... Nunca se esqueça disso, okay?.

- Não vou esquecer amor. - ele disse, beijando sua testa carinhosamente. - Agora, sra. Grey, eu tenho que tomar banho porque uma certa gostosa me seduziu e me atrasou. - ele diz rindo

- Como assim "me atrasou"? E a promessa de "ficar comigo o dia todo" hein senhor Christian Grey?. Ela diz elevando uma das sobrancelhas.

- Promessa? - ele pergunta, se fazendo de desentendido.

- Promessa sim senhor - disse firme - Ou vai-me dizer que deu amnésia agora?. Ela revira os olhos com cara de brava.

- Hum... Já disse que você fica muito sexy quando fica brava? - ele pergunta e logo depois ri. - É claro que não me esqueci de minha promessa, baby... Só estava brincando. Hoje sou todo seu!

- Rum... Bom mesmo! E você já disse sim, que fico linda, gostosa e... maravilhosa quando estou brava. Ela diz imitando o ego dele quando fala de si mesma.

- Ah vem cá minha gostosa metida.... Christian sorriu, agarrou-a e lhe encheu de beijos.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://nevercansaygoodbyemj.forumeiros.com
Michael Eterno

avatar

Mensagens : 99
Scores : 159
Data de inscrição : 01/06/2012

MensagemAssunto: Re: Just Good Friends [+18] [Finalizada]   Sex Jan 25, 2013 9:56 am

affraid Caraca, o que foi que se passou por aqui? Primeiro o Michael com a Tamires, depois a Poliana e o Christian. Dois casais foguentos. Olha, sua fic tá demais e eu adoro ler cada linha. Continua, tá?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lia panny



Mensagens : 9
Scores : 9
Data de inscrição : 12/01/2013

MensagemAssunto: Re: Just Good Friends [+18] [Finalizada]   Seg Fev 04, 2013 11:20 pm

[/b][b] uau7 o que posso dizer WOWWWWWWWWWWW ainn4 rsrs o capt amei meninas lindos e fofos omg3 os 2 casais em especial michael e tamires é claro mais não osso deixar de fora a polly e o chris que foram bem heart1 .bom..Continua meninas!!! está linda a fic boca123
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Miss Jackson
Admin
avatar

Mensagens : 1328
Scores : 1883
Data de inscrição : 01/06/2012
Localização : Michael's House

MensagemAssunto: Re: Just Good Friends [+18] [Finalizada]   Qua Fev 06, 2013 4:34 pm

Boa tarde amores.. Mais fic pra vocês se esbaldarem. 52486
Beijos de Polly e Tatah... We love u all girl789



Capítulo 26


- Tive uma idéia! Vou entrevistá-la, pode ser?

- Como assim? – ela pergunta, curiosa.

- Uma entrevista de ídolo pra fã! Que tal?

- Hum... Isso parece ser interessante e excitante – ela diz com um sorriso no canto dos lábios

Michael sorriu.

- Certo, vamos começar! Como é está perto de um cara tão querido pelas fãs? – ele pergunta.

Ela arquea uma sobrancelha, segurando uma risada.

- Me sinto maravilhosamente bem. Confesso que quando eu soube que ia conhecê-lo eu fiquei bem nervosa, mas agora estou bem mais relaxada. – ela responde.

- Ah sim, e o comportamento dele, lhe pareceu estranho ou alienígena?

- Nenhum dos dois O comportamento dele me pareceu adorável, na verdade, o comportamento dele foi tão agradável que é impossível colocá-lo em palavras.

Michael sorriu mas logo depois pigarreou e fez cara séria para continuar a entrevista.

- O que você mas gostou nele?

- Hum... – ela para um pouco pra pensar - É difícil dizer... Eu gostei de tudo nele. – ela confirma com a cabeça. – Isso, gostei de tudo nele.

- Você se imagina casada com ele?

- Está entrando em território perigoso, jornalista... – ela murmura. – Sim, eu me imagino casada com ele. É impossível não imaginar.
Michael sorri e logo depois volta a perguntar:

- Imagina como seria o desempenho dele na cama? – ele segura o riso agora.

- Agora você está realmente em um território perigoso! – ela diz. – Eu não preciso imaginar... – ela morde o lábio. – Eu já provei e, Deus, é muito bom!

- Nossa, já? Ohh! E como seria isso? Diga-nos para que possamos matar a nossa curiosidade e a das fãs.

Ele imita os repórteres mais sensacionalistas.

- Oh não... O que ele pensaria de mim se eu saísse espalhando isso para o mundo inteiro? – ela fala, fingindo está chocada.

- Não se preocupe, querida, Michael autorizou essa entrevista. Diga-nos o que o Rei faz para enlouquecer as mulheres.

- As mulheres eu não sei e não quero saber. – ela faz uma pausa deixando clara sua demonstração de ciúmes. – Mais para me enlouquecer ele passa de tímido para muito safado. E adora me tocar e me provocar, sem me deixar chance de escapatória.

Ele ri e continuar:

- As fãs vão adorar saber disso. Você é ciumenta, não é?

- Sou. Muito. – ela diz, pausadamente.

- E sendo casa com MJ, como você vai lhe dar com as fãs que querem rasgá-lo todinho?

- Talvez eu possa rasgá-las também... Você sabe, eu tenho que esfregar na cara delas que ele é só meu. – ela diz e então resolve mudar um pouco a regra do jogo – Mais ele também vai ter que tomar conta de mim, sabe, um milhão de homens em cima de mim, no trabalho... – ela diz em um tom casual.

- Opa, isso não faz parte da entrevista. – ele diz.

- Oh, sinto muito... – ela diz, segurando uma risada. – Não resisti.

- Ah, então quer dizer que a senhorita tem admiradores? Conte-nos os detalhes...

- Isso é muito pessoal e como você mesmo disse, isso não faz parte da entrevista. – ela diz.

- Não faz parte mesmo, mas a senhorita deu entrada no assunto. Tenho que perguntar essas coisas, este é o meu trabalho.
Ela faz uma careta.

- Hum... O que quer saber?

- Conte-me TUDO!. Ele disse quase saindo do personagem.

- Hum... Tudo né? Ok. - ela faz uma pausa e depois continua. - Basicamente o que acontece é bem simples, no meu trabalho eu lido com homens e mulheres e eu costumo tratá-los igualmente. Eu sou chefe deles, mais entre nós não existe o tipo de tratamento "chefe-subordinado", eu não gosto disso, mas tem caras que extrapolam um pouco na forma de tratar. E acham que só porque eu dou esse tipo de liberdade há eles, eles podem dar em cima de mim. É isso. - ela diz.

Michael analisa cada palavra que ela diz.

- E isso acontece com frequência senhorita Barcellos?

- Depende... Bem, até três dias atrás eu não tinha namorado, e confesso que gostava da forma como eles me tratavam. - ela ri. - Mais agora eu sou comprometida, e se, da próxima vez em que nos vermos, eles continuarem a dar em cima de mim, vou conversar com eles e explicar que eu tenho um namorado, e esse tipo de tratamento é inadmissível.

- Bom mesmo... - ele diz por impulso. Tamires esboça um sorriso. Seu objetivo fora alcançado. Michael tenta disfarçar - É... Esta atitude é mais a correta senhorita. Michael não vai gostar nada de saber que dão em cima da garota dele.

- Hum... Com certeza ele não gostaria de saber sobre isso, por isso não queria contar... - ela fala, deixando a frase vaga no ar.

- Sim, compreendo. Mas entrevista é entrevista, não é?
Ele a encarou com um sorriso sarcástico.

- Verdade. Se Michael ficar muito bravo, eu peço pra ele ir atrás de você! - ela fala

- Pode mandar. Com ele eu me entendo bem. Ele diz e solta uma piscadela.

- Se você diz... - ela dá de ombros e logo depois sorri.
Michael prossegue com a entrevista.

- Agora se me permite senhorita, preciso perguntas coisas pessoais. - Tamires ergueu uma sobrancelha - Não se preocupe, estas foram pré-ditas por Michael. Posso fazê-las?

- Claro, fique a vontade! - ela diz, mordendo o lábio em expectativa.

Michael limpa a garganta e começa:

- Responda o que vier primeiro em sua mente okay.... - Ela assente - Uma flor?

- Peônias brancas.

- Uma cor?

- Vermelho.

- Um perfume?

- Pollo. - responde ela.

- Uma emoção?

Ela arquea uma sobrancelha.

- Explique-se, por favor. - ela pede

- Algo que sente no momento. Explicou ele.

- Amor.

- Um jogo?

- Kamasutra.

Michael fica vermelho e cai na risada.

- Não esperava essa resposta, mas vamos lá... Uma roupa?

- Lingerie.

- Hum, gostei. - Ele sorri - Opaa.. desculpe senhorita, me empolguei. - Tamires ri. Ele limpa a garganta e continua - Um lugar?

- Brasil.

- Numa ilha deserta você...

- Acompanhada ou não? - ela pergunta.

Michael adorava as repostas que ela tinha, sempre estavam na ponta da língua.

- Como quiser senhorita. Ele responde escondendo um sorriso.

- Hum... Eu prefiro acompanhada, não gosto de ficar sozinha. - ela faz uma pausa e continua. - Se eu estivesse em uma ilha deserta, com o meu namorado, eu adoraria fazer amor com ele, no mar, de madrugada.

- Bom saber... - Michael sussurra a si mesmo - À Luz de velas ou À Luz da lua?

- A luz da lua.

Michael senta se aproxima mais dela.

- Mar ou lago?

- Mar.

- Campo ou cidade?

- Campo.

- Música Clássica ou Romântica?

- Romântica.

- Jantar ou Café da manhã?

- Jantar.

Ele se aproxima mais dela e fica de frente com Tamires.

- Um olhar ou um sorriso?

- Um olhar. - antes que Michael possa falar ela acrescenta. - Porque ele é o único que pode me dizer se o sorriso é verdadeiro ou não.

- Hum... Interessante. Um beijo ou Uma carícia?

- Um beijo. - novamente ela acrescenta. - Porque ele torna a carícia mais ousada.

Ele sorri e continua.

- Pescoço ou Costas?

- Pescoço.

Michael abre um pequeno sorriso e avança da direção de Tamires fazendo-a deitar na cama.

- Por cima ou por baixo?

- Por baixo, pelo menos por enquanto... - ela diz.

Ele sorri safado.

- Seios ou - Ele vem com a mão pela coxa dela e acaricia sua intimidade - Aqui?

- Os dois... - ela fala, mais soa como um gemido.

- Agora ou depois do café?. Sorriu e mordeu o lábio inferior.

- Agora!

Michael aproxima seu rosto e a beijá-la com fervor. Seus lábios dançam nos lábios rosados delas. Sua língua prova com avidez o gosto doce daquele beijo. Mordidinhas leves deixam o clima mais sexy e agradável. Ele fica quase se lado e passeia com os dedos pelo corpo dela. Começando pelo colo e descendo até o ventre. A pele de Tamires arrepiou no mesmo instante. Um sorriso satisfeito ele soltou. Michael tira a camisa e a calça. Sua box agora era na azul marinho. Tamires arfa de desejo ao vê-lo tão à vontade.

- O que foi gatinha? Gostou da visão?. Disse com voz sexy.

- Você é irresistível, amor. - ela diz.

- Você é mais gatinha.

Tamires sorri como boba.

Michael volta pra cama e tira a roupa da namorada. Ao olhá-la nua Michael respira fundo e diz:

- Você é linda como uma deusa meu amor.

- E sou só sua... - ela diz

- É sim gata... Só minha...

Michael retira sua box e deita sobre ela pedindo passagem entre suas pernas. Tamires abriu-as e deixou que ele se encaixasse perfeitamente. Michael a beijou com carinho enquanto invadia lentamente a alma da namorada. Cada vez mais profundas foram suas investidas e também mais intensos eram os beijos. Tamires geme alto no ouvido dele quando seu orgasmo chegou. Michael sorriu e apertou ainda mais em si. Somente mais alguns movimentos foram suficientes para ele também chegar ao paraíso.

- Eu não vivo sem você garota. Você vai ser minha pra sempre... Pra sempre ouviu?.

Ele diz dando vários beijos nela.

- Eu já sua, e sempre serei. Do mesmo jeito que você é só meu. - ela diz

- Ah que linda... Serei pra sempre seu. Te amo demais minha gatinha.

- Te amo mais baby. - ela diz, piscando pra ele

- Olha não faz isso... Senão a senhorita não sai dessa cama hein....

- Hum... É uma proposta tentadora, sr. Jackson... - ela suspira - Mais eu realmente tenho que ir trabalhar, tenho uma reunião com um escritor hoje...

- Ah, pensei que passaria o dia comigo. Ele disse carente.

- Eu também queria, amor, mais eu não posso... Mais tarde eu tenho que ir visitar minha mãe. Você quer ir no meu apartamento, hoje a noite?

- Quero sim amor. Me passa o endereço de lá, por favor. Ah, aproveita e passa também o endereço e telefone do seu trabalho, tá?

- Hum... Vai me fazer uma visita no meio do expediente é? - ela pergunta

- Não sei de nada..... Ele brinca e finge não ser com ele essa conversa.

- Ah, não se faça de desentendido, sr. Jackson...

- O que? Não falei nada gatinha...

- Você está me enrolando, mocinho.

- Não estou não. Só pedi o endereço. Por acaso não posso saber onde minha namorada anda é?. Ele arqueou a sobrancelha.

- É claro que pode... Mais confesso que adoraria uma visita no meio do expediente... - ela diz, como quem não quer nada

- Ah é? Então está bem, qualquer hora eu apareço. Só não vou avisar quando estarei lá... Será surpresa.

- Adoro surpresas... - ela fala sorrindo e olha na mesa de cabeceira, vendo o relógio digital. - Preciso de outro banho, senão vou chegar atrasada.

- Opaaa... Então vamos. Ele diz todo animado e sorrindo.

Ela olha pra ele e arquea uma sobrancelha.

- Promete que não vai me atrasar? - ela pergunta

- Prometo, sim senhorita. Disse batendo continência pra ela.

- Ah, eu adoro homens que me obedecem! - ela fala e suspira, indo em direção ao banheiro

Michael vai atrás dela.

- Eu adoro garotas metidas!. Ele disse rindo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://nevercansaygoodbyemj.forumeiros.com
Miss Jackson
Admin
avatar

Mensagens : 1328
Scores : 1883
Data de inscrição : 01/06/2012
Localização : Michael's House

MensagemAssunto: Re: Just Good Friends [+18] [Finalizada]   Qua Fev 06, 2013 4:36 pm

Lia panny escreveu:
[/b][b] uau7 o que posso dizer WOWWWWWWWWWWW ainn4 rsrs o capt amei meninas lindos e fofos omg3 os 2 casais em especial michael e tamires é claro mais não osso deixar de fora a polly e o chris que foram bem heart1 .bom..Continua meninas!!! está linda a fic boca123

Seja muito bem vinda querida!!!
Muito obrigada por apreciar nossa fic.
Beijos e fique conosco.
loveu589 girl789
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://nevercansaygoodbyemj.forumeiros.com
Michael Eterno

avatar

Mensagens : 99
Scores : 159
Data de inscrição : 01/06/2012

MensagemAssunto: Re: Just Good Friends [+18] [Finalizada]   Qua Fev 06, 2013 4:50 pm

E eu não falo que essas garotas arrasam? Sempre com ideias legais pra gente ler. Vou sempre acompanhar cada capítulo que postarem, garotas. Esperando ansiosamente o próximo capítulo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Just Good Friends [+18] [Finalizada]   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Just Good Friends [+18] [Finalizada]
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 3 de 7Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte
 Tópicos similares
-
» Ainars - Good Memory Escape 3
» [NEWS] Novos Personagens confirmados para Playstation All-Stars Battle Royale!
» A vida de um Co-piloto na ANA retratada em drama...
» Pirataria do bem em seu Playstation 3
» Tópico Geral de Dúvidas e Decisões

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Never Can Say Goodbye MJ :: Fanfictions :: Fics Finalizadas-
Ir para: