Never Can Say Goodbye MJ
Olá querido(a) Fã...
Nosso fórum vai passar por mudanças. Pretendo fazê-lor o mais rápido possível para evitar o menor desconforto.Espero que continue conosco e faça o seu cadastro. Ótimas Novidades vem por ai! Não percam!

God bless you.... Beijacksons <3
Administradora

*+ O Amor não tem fronteiras,
E a saudade nunca será um adeus +*


<3 O Amor vive para sempre <3
 
InícioInício  PortalPortal  CalendárioCalendário  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe | 
 

 A morte do inventor do Mouse

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Mandynha Jackson

avatar

Mensagens : 1483
Scores : 3033
Data de inscrição : 08/08/2012
Idade : 22
Localização : Neverland;PE

MensagemAssunto: A morte do inventor do Mouse   Sex Jul 12, 2013 8:27 am

Por: Fernanda Pompeu
Douglas Engelbart, morto no último 2 de julho, recebeu notas discretas de obituário nos jornais. Ele estava com 88 anos e faleceu em casa, vítima de insuficiência renal e de acúmulo de experiências.
Na minha opinião, a notícia de sua morte merecia ser manchete. Pois o cara simplesmente inventou o mouseEm 1968, enquanto Paris ardia nas mãos da juventude e o Brasil esfriava com o AI-5, Engelbart apresentava em uma conferência em San Francisco o seu ratinho infernal.
Um dispositivo que mudaria mais o mundo do que os jovens franceses e os ditadores brasileiros. O protótipo era de madeira, mas servia para movimentar ícones numa tela. O público da conferência – formado por nerds, cdfs, engenheiros, curiosos – ficou boquiaberto.
É claro que entre o protótipo e o produto final, muitos bits passaram pelas garagens e empresas californianas. O mundo então não conhecia os PCs e muito menos a internet. Ainda estávamos na época dos imensos computadores acessados por cartões perfurados.
Mas Engelbart, engenheiro eletrônico do tipo visionário, intuía um futuro no qual pessoas comuns, sem conhecimentos técnicos, poriam as mãos na tecnologia digital. Ele também contribuiu para a criação da interface gráfica usuário-máquina e para o desenvolvimento da própria internet.
O mouse seria popularizado na metade da década de 1980 pela Apple, quando a empresa era pura invenção e irreverência. O invento do vovô Douglas inspirou os dois StevesJobs e Wozinac – na concepção do Macintosh. O que aconteceu depois, a gente conhece.
Também não esqueço da primeira vez que usei um mouse. Uma loucura! Os ícones do windows pareciam despregar da tela, alcançar a janela e ganhar a rua Capote Valente, em Pinheiros. Treinei por três dias seguidos. Verdade que hoje prefiro o trackpad ao rato. Mas é tudo a mesma coisa.
Fiquei comovida quando li que Douglas Engelbart havia nos deixado. Creio que devemos muito a ele e a seus inventos. Junto à emoção, matutei que os computadores pessoais já têm uma história. Ufa, estão envelhecendo.

Fonte: Yahoo
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Mandynha Jackson

avatar

Mensagens : 1483
Scores : 3033
Data de inscrição : 08/08/2012
Idade : 22
Localização : Neverland;PE

MensagemAssunto: Re: A morte do inventor do Mouse   Sex Jul 12, 2013 8:31 am

Muito chato isto!!! Ele inventou,todo mundo usa e ninguém lembrou dele Sad




OBS:disculpem-me em eu vir publicar a noticia só agora,eu estava com ela guardada aqui e de repente sumiu,mas graças a Deus achei ela nessa última madrugada Smile 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
 
A morte do inventor do Mouse
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» O tunel da morte
» XIM4 - Adaptador para usar mouse e teclado no PS4/Xone
» Morte na empresa
» a morte do golfista Payne Stewart
» [TUTORIAL] Mover objetos com o mouse, estilo Amnesia

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Never Can Say Goodbye MJ :: News :: Now In The World-
Ir para: