Never Can Say Goodbye MJ
Olá querido(a) Fã...
Nosso fórum vai passar por mudanças. Pretendo fazê-lor o mais rápido possível para evitar o menor desconforto.Espero que continue conosco e faça o seu cadastro. Ótimas Novidades vem por ai! Não percam!

God bless you.... Beijacksons <3
Administradora

*+ O Amor não tem fronteiras,
E a saudade nunca será um adeus +*


<3 O Amor vive para sempre <3
 
InícioInício  PortalPortal  CalendárioCalendário  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe | 
 

 Propriedade de Michael Jackson não autorizou especialista ajudar AEG Live

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Mandynha Jackson

avatar

Mensagens : 1483
Scores : 3033
Data de inscrição : 08/08/2012
Idade : 22
Localização : Neverland;PE

MensagemAssunto: Propriedade de Michael Jackson não autorizou especialista ajudar AEG Live   Sex Ago 02, 2013 12:36 pm

O espólio de Michael Jackson nunca deu permissão para o especialista Eric Briggs depor a favor da AEG Live no processo de morte por negligência movida pela mãe de Michael Jackson e as crianças, disse o advogado da propriedade do cantor na quinta-feira, 01/08/13.

A revelação levantou questionamento sobre o testemunho do consultor da indústria de entretenimento, que foi contratado pela AEG Live para contrariar as opiniões do especialista contratado pela família Jackson, Arthur Erk.
Briggs disse ao tribunal nesta semana que a sua empresa – Consultores FTI – tinha pedido sua renúncia ao advogado da propriedade de Michael Jackson antes de concordar em trabalhar em defesa da promotora de eventos.
Briggs havia assinado um acordo de confidencialidade com a propriedade de Michael Jackson em 2010, quando ele foi contratado para determinar o valor do catálogo de músicas da Sony-ATV, que inclui as músicas dos Beatles para registros fiscais da propriedade em 2010.
Ele foi contratado pelos advogados da AEG em fevereiro/13 para preparar um parecer contrário do consultor contrato pelos advogados da família Jackson para calcular quanto de dinheiro o cantor teria ganhado se não tivesse morrido, enquanto trabalhava em sua turnê de retorno em 2009.
Briggs disse que alguém em sua companhia ganhou a permissão da propriedade de Michael Jackson pelo advogado Jeryll Cohen em renunciar a qualquer potencial de conflito de interesses.
“Ninguém da propriedade ou qualquer advogado deu autorização ou dispensou de qualquer potencial conflito para FTI ou para o Sr. Briggs,” escreveu Howard Weitzman advogado da propriedade em um e-mail lido no tribunal na quinta-feira.
Tal renúncia seria contraproducente para os interesses dos beneficiários do espólio – a mãe de Michael Jackson e seus três filhos, disse para um dos advogado da família Jackson.
Apesar do conflito, a juíza ordenou que Briggs respondesse as questões colocadas pelos advogados de Katherine Jackson sobre o catálogo de músicas. Ele disse que embora houvesse valorização do interesse colocado por Michael Jackson no catálogo era mais ou menos no mesmo valor de suas dívidas na época de sua morte. Ele disse que estava entre 400 milhões dólares.
Um analista independente contratada pela Receita Federal concluiu que havia subestimado o interesse de Michael Jackson no catálogo por até US $ 300 milhões, testemunhou Briggs.
Os advogados da família Jackson argumentaram que o cantor não estava quebrado quando ele morreu, ao contrário do que Briggs disse em seu testemunho.
Briggs declarou esta semana que foi a sua opinião de que era especulativo de que Michael  Jackson teria ganhado um centavo a mais em sua vida se ele não tivesse morrido de uma overdose de propofol em 25 de junho de 2009. Ele baseou sua opinião, no depoimento de um médico que disse mais cedo que ele não achava que Michael Jackson teria vivido até uma semana após essa data.
Brian Panish, no entanto, destacou que o parecer do médico foi baseado no pressuposto de que o Dr. Conrad Murray ainda estaria aplicando em Michael Jackson infusões noturnas de propofol – o anestésico cirúrgico que o legista disse que o matou – como um tratamento para a insônia.


Fonte: CNN
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Mandynha Jackson

avatar

Mensagens : 1483
Scores : 3033
Data de inscrição : 08/08/2012
Idade : 22
Localização : Neverland;PE

MensagemAssunto: Re: Propriedade de Michael Jackson não autorizou especialista ajudar AEG Live   Sex Ago 02, 2013 12:36 pm

Eu no lugar da juíza desconsiderava o depoimento do Eric Briggs já que o mesmo trabalha para a propriedade e mentiu dizendo que tinha renunciado ao cargo e recebido autorização para depor a favor da AEG… 
Ele é cara de pau!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
 
Propriedade de Michael Jackson não autorizou especialista ajudar AEG Live
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» [MBAA] Michael Roa Valdamjong : Vídeos de Combos & Afins
» [Brasil] Prime lança taxi aéreo para ajudar propriedade compartilhada
» Fotos de um amigo de VCP
» [Multi] Livre para voar: Activision deixa de ser propriedade da Vivendi
» Alguem pode me ajudar ? A lua não aparece no meu FS2004

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Never Can Say Goodbye MJ :: News :: Notícias Confirmadas-
Ir para: