Never Can Say Goodbye MJ
Olá querido(a) Fã...
Nosso fórum vai passar por mudanças. Pretendo fazê-lor o mais rápido possível para evitar o menor desconforto.Espero que continue conosco e faça o seu cadastro. Ótimas Novidades vem por ai! Não percam!

God bless you.... Beijacksons <3
Administradora

*+ O Amor não tem fronteiras,
E a saudade nunca será um adeus +*


<3 O Amor vive para sempre <3
 
InícioInício  PortalPortal  CalendárioCalendário  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe | 
 

 Entrevista completa de Katherine Jackson para Hello Magazine!

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Mandynha Jackson

avatar

Mensagens : 1483
Scores : 3033
Data de inscrição : 08/08/2012
Idade : 22
Localização : Neverland;PE

MensagemAssunto: Entrevista completa de Katherine Jackson para Hello Magazine!   Sab Ago 31, 2013 8:39 am

Katherine Jackson deu a entrevista enquanto visitava a antiga casa da família em Encino.



Ela lembra vividamente do dia 25 de Junho de 2009
“Nós fomos para o estacionamento (do hospital) e todos estavam entrando em seus carros. Eu pensei que as crianças iriam me seguir, mas Paris olhou para mim e disse, ‘Vovó, para onde nós vamos?’ Me desculpa…”, entre lágrimas a voz começa a falhar antes de continuar: ”Eu disse, “Você vai para casa com a vovó. É o que você quer?” Ela disse, “Sim.”
“No minuto que nós chegamos aqui, meus outros netos que moravam aqui comigo, minha nora, todos estavam esperando por eles de braços abertos.”
“Ela sofre com a morte a morte do Michael todos dias. Nada pode substituir meu filho”,ela diz. ”Não tem um dia que eu não pense nele, que eu não derrame uma lágrima. A vida dele foi tirada subitamente dos filho dele – e ele era tudo que eles tinham. Ele era um pai muito bom, o melhor. Ele era um filho muito bom também”.
A tentativa de suicídio da Paris Jackson
“Ela está em um bom lugar, recebendo a ajuda que ela precisa”, diz Katherine sobre a neta, que está agora sendo tratada numa clínica residencial especializada em depressão e luto para adolescentes. Ela espera que ela esteja bem o suficiente para ir para casa em dezembro.
Você pode falar para nós sobre a relação dele com os próprios filhos?
“Ele brincava com eles como se fosse criança também. Esconde-esconde e todas essas coisas. Ele lia com eles, levava eles para livrarias e deixava eles pegarem livros porque ele queria eles estudando e lendo. Eles iam para museus juntos. Eles não achavam que era coisas das antigas porque eles nunca saíram para ver o mundo como ele era. E Michael também nunca saiu.”
Michael costumava fazer eles usarem máscaras quando saíam sem ele.Você não. Por quê?
“Eles eram muito protegidos quando Michael os criava. Eu pensei sobre e eu disse: ‘Eu não vou criá-los assim (usando máscaras). De qualquer modo, não me agradava. Mas Michael tinha uma boa razão. Ele deixava o rosto coberto para que ninguém soubesse como eles se pareciam e assim poderiam brincar como crianças normais. Ele estava tentando protegê-los.”
Você também colocou Paris e Prince na escola…

“A princípio Paris não queria ir, mas depois que soube que Prince iria, ela foi e gostou muito. Blanket acha que ele não está preparado ainda. Ele diz, ‘Eu não estou preparado ainda’. Ela fala rindo. Ele ainda estuda em casa. Ele costumava ser penosamente tímido mas ele não é assim mais. Ele ama ter os primos por perto. Se eles não estão, ele joga games pela internet com eles.”

Você tem muita ajuda com as crianças?
“Quando eu estava criando os meus, eu não tive ajuda, mas eu estou mais velha agora e tenho mais dificuldade para lidar com os problemas. Meu neto TJ me ajuda muito com as crianças, especialmente lidando com assuntos da escola e atividades fora da escola. TJ e as crianças gostam de ir ao cinema, ele leva Prince ao jiu-jitsu e Blanket ao karatê. Ele e Paris tocavam violão juntos. Prince e Blanket foram à uma exposição de réptil com TJ.”
“As crianças adoram cobras, como o pai deles. Nós temos staff, mas eu venho pensando em dar mais tarefas para as crianças, como tirar o lixo do quarto deles para fora. Eu não me exalto com eles. Eu sempre tento conversar com ele e explicar as coisas.”

Eles falam sobre o Michael?
“Paris falava o tempo todo. Ela tinha uma colagem de fotos do Michael na parede dela. Quando ela veio para Encino e eu arrumei a cama para ela, eu disse, ‘Agora eu arrumei algumas fotos para enfeitar a parede’, e ela disse, ‘Eu tenho alguma fotos no closet, vó. É só isso que eu quero no meu quarto, fotos do meu pai’.
“Depois que nos mudamos, ela não tinha nada além de fotos do Michael na parede, mas depois ela tirou quando redecoramos o quarto dela”.

Você acha que Paris foi a mais afetada pela morte do Michael?
“Sim, foi. Ela era muito próxima dele e os meninos também, mas Michael costumava me dizer que quando ele estava em estúdio ou em algum outro lugar, ela esperaria por ele. Tinha um sofá do lado da cama dele e às vezes ela dormia lá, esperando ele vir para casa”.

Em 2005, Michael foi julgado e inocentado de alegações de abuso infantil. As crianças estavam cientes de alguma das acusações contra ele?
“Na televisão, ele só podiam assistir Disney ou canais de crianças. Ele não queria que eles escutassem todas aquelas mentiras sobre ele porque eles não entendiam. Eu tenho certeza que eles ouviram algo sobre isso depois que eles ficaram mais velhos, mas eram mentiras e eu acho que as crianças agora sabem. Ele tinha uma alma de criança. Isso era o que estava errado com ele. Ele nunca saiu para o mundo para descobrir como as pessoas são ruins.”

O que você acha do amigo do Michael, ex-estrela de Oliver! Mark Lester, dizer que ele está disposto a fazer um teste de DNA pela paternidade de Prince e de Paris? 
(Longa pausa) “Ele era uma estrela mirim, não era? Eu ouvi uma vez que ele disse isso. Eu nem mesmo penso (sobre isso) quando vem para ele ou qualquer outro (fazendo alegações). Eu só deixo falarem. Eu nunca encontrei ele.”

Tem reportagens dizendo que as crianças querem seguir Michael no mundo artístico…
(Rindo) “Prince quer ser diretor e produtor porque é isso o que as crianças estavam estudando com Michael. Ele tinha contratado um dos professores da USC (University of Southern California).”
“Paris é boa musicista. Ela nunca teve aulas. Ela toca violão e bateria e canta bem – Ela tem isso nela. Ela formou uma banda na escola. Blanket tenta fazer filmes quando os amigos dele estão com ele e Paris faz a edição.”

Você pode descrever a personalidade das crianças?
“Eles são crianças ótimas. Ele são incrivelmente bem educados e isso se deve ao jeito que Michael criou eles. Ele ensinou os bons modos, mas é uma geração diferente, é claro, e eu não entendo toda essa coisa de mídia social. Eles estão sempre em seus telefones.”
“Prince tem namorada, então, ele gosta de passar o tempo com ela. Ele é um típico adolescente, ele gosta de hambúrguer e coca-cola e sair com os amigos.”
“Paris começou a se ligar na banda Mötley Crüe e em um estilo gótico, usando batom preto, mas eu não queria ela usando. Ela parou quando o irmão Prince falou para ela, ‘Não, você não vai para a escola assim’. Ela escuta ele. Quando ela quis cortar o cabelo, ela me disse (ela fala imitando a neta), ‘Essa é a única coisa que vai me fazer feliz e você não vai me deixar fazer, vovó’. Ela não me deixava em paz, então, eu finalmente deixei ela cortar”.

Paris ainda está fazendo tratamento depois da tentativa de suicídio em Junho. Deve ter sido chocante para você. Como ela está agora? 
“Ela está muito melhor. O tratamento está indo bem, muito bem. Ela é meu bebê. É difícil para mim, muito difícil. Tudo que eu quero é essas crianças felizes. Na noite em que Michael morreu, Paris estava chorando e disse: ‘Eu quero ir e ver o papai, eu não quero ficar sem ele’. ‘

Você acha que foi um pedido de ajuda? 
“Sim, é o que parece para mim. Meu coração sangra por ela porque ela é tão nova. Agora ela está em um lugar especial, assim ela pode fazer terapia e se juntar com outras crianças que estão passando por problemas.”

Você pode visitar ela? 
“Você tem que ganhar pontos, e então, sua família pode ver você. No entanto, ela quer vir para casa.”

Paris está próxima da mãe Debbie Rowe. Foi algo que você encorajou?
“Oh sim, eu queria que eles conhecessem a mãe deles e tivessem uma relação com ela. Eu encorajei sim. Paris adora. Prince não tem muito interesse ainda, mas eles precisam conhecer ela. Eu conheci ela muito melhor desde que as crianças vieram morar comigo.”

No Hospital
“As crianças estavam abraçando ele. Eu não consegui. Eu não queria lembrar dele daquele jeito. Eu queria lembrar dele do jeito que ele era quando estava feliz.”

 
 
 
 

Fonte: Hello Magazine


Última edição por Mandynha Jackson em Sab Ago 31, 2013 8:44 am, editado 2 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Mandynha Jackson

avatar

Mensagens : 1483
Scores : 3033
Data de inscrição : 08/08/2012
Idade : 22
Localização : Neverland;PE

MensagemAssunto: Re: Entrevista completa de Katherine Jackson para Hello Magazine!   Sab Ago 31, 2013 8:39 am

É muito bom pode conhecer mais o dia-a-dia deles…
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
 
Entrevista completa de Katherine Jackson para Hello Magazine!
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Entrevista para Mecânico de Aeronave
» Grand Theft Auto III completa 10 anos, para comemorar teremos versão para iOS e Android e miniatura do Claude
» Kit teórico para piloto privado
» Tier list para jogos não-de-luta
» [Portugal] CEO da brasileira Gol afasta negociações para comprar a TAP

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Never Can Say Goodbye MJ :: News :: Notícias Confirmadas-
Ir para: